PUB

chamusca covid

PUB

banner cms vamostodosficarbem

Durante quase um mês, um electricista que residia no Entroncamento conduziu o seu carro por várias cidades e vilas do Norte do Ribatejo, abordando e tentando raptar jovens que caminhavam sozinhas, à noite.

O homem, de 29 anos, detido pela Polícia Judiciária (PJ) de Leiria no final de Junho de 2011, vai começar a ser julgado no tribunal da Golegã por seis crimes de rapto na forma tentada e quatro de importunação sexual.

Os três primeiros ataques ocorreram na Chamusca, seguindo-se depois dois na Golegã e um último em Abrantes, a mulheres que têm entre os 15 e os 31 anos.

O arguido aproximava-se e abordava as jovens ainda dentro da sua carrinha de cor verde escura, tentando depois agarrá-las para as meter dentro da viatura. Nunca conseguiu concretizar os seus intentos, mas uma das vítimas, de apenas 16 anos, escapou por pouco após conseguir bater à porta de um casal que reside perto do local onde foi atacada, na Chamusca. Segundo a acusação do Ministério Público, o arguido tinha-a atirado ao chão depois de a atingir com um spray na face, e já lhe tinha apalpado as pernas, antes da menor se ter libertado e pedir socorro.

Foi a partir deste episódio que a PJ começou a investigar o caso, uma vez que já existiam duas queixas anteriores na GNR, nos mesmos moldes, embora de menor gravidade. A Judiciária veio a apurar que nessa mesma noite, o homem atacou outra menor de 15 anos na Golegã.

O arguido, natural de Almeirim, foi casado durante sete anos antes de se divorciar e ter ido residir para o Entroncamento, onde vivia maritalmente com uma companheira na altura da detenção. Tem dois filhos, um de cada relacionamento, e está preso preventivamente no Estabelecimento Prisional de Caxias.

Os apreciadores de lampreia têm fartura garantida no concelho de Mação entre os dias 24 de Fevereiro e 25 de Março, durante o certame gastronómico que vai ser dedicado a este peixe.

O festival vai decorrer em nove restaurantes do concelho, que vão ter nas suas ementas várias propostas culinárias à base de lampreia, entre os quais o arroz de lampreia, um prato de forte tradição culinária em Mação. A Câmara Municipal, que organiza este festival, vai oferecer com cada refeição uma senha de entrada gratuita no Museu de Arte Pré-Histórica ou nas piscinas cobertas da vila.

Além de servir para promover a gastronomia local e a restauração, a autarquia pretende ainda divulgar a marca “Mação”, com os seus presuntos e enchidos para servir de entradas à rainha do festival.

Participam no certame os restaurantes Avenida (Pica-Fino), Casa Velha, Koisas dos Deuses (Kabra’s II), O Cantinho e o Godinho, todos em Mação, a que se juntam a Casa Cardoso (em Envendos), o Dona Flor (no Penhascoso), o Lena da Barragem (em Ortiga), e o Solar do Moinho (Cardigos).

A funcionar desde junho de 2011, a Escola de Segurança e Educação Rodoviária do Entroncamento (ESER), já recebeu cerca de duas mil crianças que ali se familiarizaram com as regras e segredos da condução.

No final de 2011, a ESER iniciou o Projeto “Férias Rodoviárias” que tem como objetivo ocupar, de forma lúdica e pedagógica, as crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico, animando as suas férias escolares com diversas atividades que abrangeram um leque muito diversificado, desde a montagem de maquetas, gincanas com carros a pedais, ateliês de pinturas faciais, jogos de tabuleiro, caça ao tesouro até ao visionamento de alguns filmes sob as temáticas do civismo, higiene e segurança.

Para o ano de 2012, a Escola de Segurança e Educação Rodoviária do Entroncamento conta receber ainda mais visitantes, propondo novos projetos e abraçando novos desafios.

A Escola dispõe de uma sala de atividades teóricas, uma sala de prevenção contra os perigos domésticos, e uma pista onde se fazem diversas simulações práticas ao nível da prevenção e segurança rodoviária, com veículos próprios a pedais (carros e bicicletas).

Mais artigos...

PUB

PUB

PUB

PUB

ctx covid 19

PUB

Quem está Online?

Temos 773 visitantes e 0 membros em linha