PUB

chamusca paulo betti

PUB

cms generico

Um homem de 61 anos escapou sem um único arranhão a uma violenta colisão ocorrida na Estrada Nacional 3 à entrada de Santarém, na quinta-feira, 12 de Janeiro, pelas 11h15, e que obrigou mesmo ao corte do trânsito durante cerca de 30 minutos.

José Manuel Leandro, que conduzia um auto sem carta, parou a sua viatura no meio da via para voltar à esquerda, para a estrada da carreira de tiro, quando sofreu o embate de um veículo ligeiro que também vinha no sentido Cartaxo – Santarém e que não travou a tempo.

A parte de trás do carro foi arrancada pela violência do embate, mas o condutor não sofreu qualquer ferimento. Pior sorte teve uma senhora que ia no banco do "pendura" que ficou ferida e foi transportada ao hospital de santarém, tendo ficado internada.

No local estiveram os bombeiros voluntários e municipais de Santarém, com sete elementos e duas viaturas, e a PSP, que procedeu ao corte do trânsito na EN3 enquanto duraram as operações de remoção das viaturas acidentadas. 

Paulo Jorge Fialho Bico, de 47 anos, está desaparecido desde quarta-feira, dia 5 de Janeiro. O homem, residente na Calçada da Junqueira, em Santarém, saiu nesse dia de casa sem dinheiro, documentos ou telemóvel, e não entrou em contacto com a família desde então.

“Levou apenas a roupa que tinha vestida”, disse à Rede Regional a mãe do desaparecido, Maria José Bico, que apresentou uma participação na PSP de Santarém no dia seguinte. A polícia “tem efectuado as diligências possíveis no sentido de tentar encontrar o sujeito”, afirmou à Rede Regional fonte oficial do comando da PSP de Santarém, que agradece todas as pistas que possam levar as autoridades a descobrir o seu paradeiro.

Alguns vizinhos têm ajudado a família a procurar Paulo Bico, mas a mãe, ao fim de tantos dias sem um único contacto, não esconde o seu desespero.

Segundo Maria José Bico, o filho “andava bastante deprimido nos últimos meses, sobretudo por não conseguir arranjar trabalho”. Também deixou em casa os medicamentos que tomava com regularidade, o que aumenta a preocupação dos familiares. Qualquer informação sobre o seu paradeiro pode ser comunicada à PSP de Santarém através do telefone 243 322 022.

 

A GNR de Torres Novas deteve quatro pessoas - três homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 35 e os 45 anos - por indícios da prática de lenocínio agravado, auxílio à imigração ilegal, tráfico de estupefacientes, tráfico de armas, furto, falsificação de documento, corrupção ativa, bem como por obstrução à justiça e posse ilegal de armas.

No decorrer da operação que se realizou esta quarta-feira, 11 de janeiro, foi dado cumprimento a dois mandados de detenção e a quatro mandados de busca e apreensão, bem como efetuada uma rusga a um estabelecimento de diversão noturna no concelho de Alcanena, por alegadamente ali se praticar prostituição.

Para além das detenções efetuadas, foram ainda, identificadas cinco pessoas por alegada prática de prostituição e oito por presença em estabelecimento ilegal.

Da operação resultou ainda a apreensão e selagem do imóvel, apreensão de cinco armas, diversas munições de diferentes calibres, duas viaturas, vários telemóveis, dois computadores portáteis e partes constituintes de veículos provenientes de desmantelamento.

A operação contou com o empenho de outras forças da GNR, bem como com o empenho de elementos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras da ASAE e Alfândega.

Mais artigos...

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

Quem está Online?

Temos 531 visitantes e 0 membros em linha