PUB

chamusca variacoes

PUB

carnaval santarem

Fábio Castelo, o menino de oito anos de Almeirim que luta contra um tumor cerebral maligno, já partiu para a Alemanha, onde deverá ser submetido a uma intervenção de risco que lhe pode salvar a vida.

A família conseguiu reunir o dinheiro necessário para a operação no Instituto Internacional de Neurociências de Hannover, que se mostrou interessado no caso do jovem.

A novidade surgiu na segunda-feira, 20 de Fevereiro, à tarde, na página do Facebook do pai de Fábio, Cândido Castelo, onde uma familiar informa que um particular respondeu à campanha de solidariedade lançada nos últimos dias e disponibilizou uma quantia que permitiu viajar para a Alemanha.

Não são dados, para já, mais pormenores.

Recorde-se que a família necessitava, quase em contra-relógio, de reunir entre 40 a 50 mil euros para a intervenção cirúrgica de alto risco na clínica alemã. Fábio Castelo padece de um coriocarcinoma na glândula pineal, uma zona de difícil acesso no cérebro humano, que lhe foi diagnosticado em Maio de 2011. A 10 de Fevereiro, os médicos que acompanharam o caso em Portugal transmitiram à família que o tumor atingiu um estado que o torna não operável.

Mais informação em http://www.rederegional.com/index.php/entertainment/1269-menino-de-oito-anos-a-espera-de-um-milagre.html

 

Uma jovem de 26 anos, portadora de incapacidade mental, desapareceu de sua casa na Romeira, concelho de Santarém, na madrugada de 13 de Fevereiro.

A família acredita que Ana Rute Correia foi “aliciada por alguém para sair de casa a meio da noite” e agradece qualquer informação que possa ajudar a descobrir o seu paradeiro.

“Temos vivido momentos de grande angústia e ansiedade”, disse à Rede Regional Nuno Mena, cunhado da jovem que desapareceu usando umas calças de pijama azuis e um polar cinzento.

“Ela não levou mais roupa nenhuma nem outros objectos pessoais”, acrescentou o mesmo, explicando que “há indícios de que alguém a terá levado, não sabemos é para onde ou em que circunstâncias”. Segundo o mesmo familiar, Ana Rute Correia tem um atraso mental na ordem dos 60%, mas consegue comunicar e expressar-se com relativa facilidade. “É perfeitamente possível que tenha sido aliciada ou enganada pelo telefone, por exemplo”, acrescentou.

A família, já a preparar-se para o pior cenário, tem procurado desde então a jovem em terrenos agrícolas, poços e casas abandonadas na Romeira e freguesias vizinhas, mas acredita que a hipótese de ter sido levada é a mais credível. Segundo Nuno Mena, há pegadas de sapatos e marcas num dos muros da casa que indiciam que alguém estaria à espera de Ana Rute no exterior da residência. O caso já foi denunciado à GNR e à PSP, e a Polícia Judiciária está a investigar o desaparecimento.

Ana Rute Correia mede cerca de 1,55 metros, tem cabelos pretos, olhos castanhos e usa óculos. A família criou uma página no Facebook – “Encontrar a Ana Rute” – onde está a divulgar o caso e a solicitar informações que possam ajudar as autoridades a encontrar a jovem.

Uma menina de 11 anos sofreu ferimentos no pescoço ao ser atingida por um objecto de madeira que se soltou de um carro alegórico durante o corso de Carnaval de Tomar, no domingo, 19 de Fevereiro.

A criança foi assistida no local pelos bombeiros de Tomar e transportada de seguida ao Hospital de Abrantes.

Segundo o Correio da Manhã, o acidente foi provocado por um cabo eléctrico que, ao chocar com o carro alegórico, fez soltar uma peça de madeira que servia de encosto a um cadeirão.

O objecto caiu para trás e atingiu a menina, que seguia atrás do primeiro carro, mascarada, juntamente com outras crianças da sua idade.

Este acidente, segundo o mesmo jornal, obrigou à segunda paragem do corso carnavalesco, pois antes já os bombeiros tinham prestado assistência a uma mulher grávida que se sentiu mal.

Mais artigos...

PUB

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

barquinha savel lampreia 2020

PUB

Quem está Online?

Temos 330 visitantes e 0 membros em linha