PUB

chamusca variacoes

PUB

cms generico

A Câmara Municipal de Benavente decidiu reduzir o subsídio anual que atribui à Associação Recreativa e Cultural Amigos de Samora (ARCAS) para a realização do Carnaval de Samora Correia, um dos maiores e mais populares do Ribatejo. Este ano, a autarquia vai dar cerca de 8.900 euros, o que representa um corte de 5% em relação a 2011.

Além desta verba, a Câmara garante ainda o apoio logístico solicitado pela ARCAS para a realização dos habituais desfiles de Carnaval, que este ano, segundo uma nota de imprensa da própria autarquia, “é menor do que o solicitado no ano passado, dentro do pedido feito a todos para redução de custos”. Contudo, a Câmara reconhece que esta iniciativa “cativa milhares de pessoas” e tem uma grande “importância na tradição do carnaval para o município de uma forma geral, e em particular para a cidade de Samora Correia".

 

Os bombeiros municipais de Alcanena já estão provisoriamente instalados no pavilhão multiusos da vila, espaço que vai servir de base operacional enquanto durarem as obras de ampliação e remodelação do quartel da corporação.

A empreitada tem um prazo previsto de nove meses, período durante o qual os bombeiros vão funcionar no multiusos.

A obra de requalificação do quartel, consignada oficialmente no passado dia 3 de Janeiro pela Câmara Municipal de Alcanena a um consórcio formada pelas empresas Ecoedifica e Secal, significa um investimento superior a 300 mil euros.

O contrato de adjudicação entre o município e estas duas empresas foi assinado a 22 de Dezembro de 2011.

A requalificação do quartel é uma antiga aspiração da corporação, pois o actual edifício há muito que não oferecia as condições mínimas para o trabalho que os bombeiros desenvolvem. 

 

Mais de 170 formandos dos concelhos de Mação, Abrantes, Sardoal, Constância, Tomar, Ferreira do Zêzere e Sertã receberam o respectivo diploma de certificação de competências através do Centro de Novas Oportunidades (CNO) de Mação no dia 15 de Janeiro. A cerimónia ficou marcada por uma dupla comemoração, pois realizou-se precisamente no dia em que este centro assinalou o seu 9º aniversário.

Em nove anos, o CNO de Mação totaliza 1607 adultos formados ao abrigo deste programa, num total de cerca de 5.000 inscritos, muitos deles ainda a completar o seu processo de reconhecimento, validação e certificação de competências (RVCC).

No o auditório municipal de Mação, foram entregues 118 diplomas de certificação ao nível do ensino básico e 53 para o ensino secundário.  

“A verdade é que estamos contentes com os resultados que hoje aqui apresentamos, que reflectem o sucesso desta aposta”, disse Saldanha Rocha, director do CNO. O também presidente da Câmara Municipal de Mação salientou ainda que “o objectivo passa por tentar elevar o patamar de conhecimento e formação para tornar esta uma região cada vez mais competitiva”.

 “Poder concluir o 12.º ano foi um desafio que impus a mim mesmo, desafio esse que concretizei”, salientou Luís Marques, de 29 anos. “Este diploma permite-me além da valorização pessoal e social, prosseguir os estudos para o ensino superior. O futuro o dirá”, disse também João Paulo, um militar de 41 anos.

Para Leopoldo Rodrigues, um avaliador externo, o programa Novas Oportunidades “permite aquilo que a vida não lhes tinha permitido ainda alcançar. No passado, tinham muita vontade de estudar mas, por diversas razões, não foi possível”. “É importante para as pessoas e para a região”, destacou o mesmo responsável, dando como exemplo o caso dos alunos que já seguiram para cursos universitários e continuam a aportar na sua valorização pessoal.

Mais artigos...

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

Quem está Online?

Temos 399 visitantes e 0 membros em linha