PUB

chamusca covid

PUB

cms fiqueemcasa

A câmara municipal, o Centro Cultural Regional de Santarém, e o Núcleo de Santarém EAPN, Rede Europeia Anti Pobreza – Portugal, assinaram esta sexta-feira, dia 15, um protocolo que tem como objetivo a prática de ações de cidadania no quotidiano dos cidadãos adultos, com especial destaque para as questões ligadas ao envelhecimento ativo e à solidariedade entre gerações.

Ricardo Gonçalves, Presidente da autarquia e vereador com o pelouro da Ação Social na câmara de Santarém recordou que Portugal está entre os dez países mais envelhecidos do mundo e que a nossa pirâmide etária está completamente invertida. “É nosso dever, passar a olhar para a anciania de outro modo. Não como um peso mas como uma mais-valia e estimá-los. Independentemente da sua literacia, devemos olhá-los pela sua riqueza de conhecimento”, referiu o autarca

O Projeto dirige-se aos utentes das entidades parceiras e a toda a comunidade em geral, pretendendo-se levar a cabo as ações definidas no projeto «Desafiar a Cidadania 2012», para além de promover a prática da cidadania e respetiva transferência para o quotidiano dos cidadãos.

Os participantes comprometem-se a promover e a divulgar as ações previstas no projeto «Desafiar a Cidadania 2012»; disponibilizar a informação sobre a temática da Cidadania Ativa, através da realização de workshops, concurso de fotografia alusivo à temática do Ano Europeu 2012 - Ano Europeu do Envelhecimento Ativo e da Solidariedade entre Gerações, entre outras.

O Santuário de Fátima quer que os peregrinos que se deslocam á Cova da Iria façam a evocação da primeira aparição de Nossa Senhora. A proposta, chamada “Itinerário do Peregrino”, foi apresentada esta quarta-feira, 14 de junho, e assume este ano a designação do atual tema pastoral ‘Quereis oferecer-vos a Deus?’, retomando a pergunta feita pela Virgem aos três pastorinhos em 13 de maio de 1917.

O “Itinerário do Peregrino” propõe aos visitantes um percurso por vários espaços do Santuário tendo como objetivo primordial fazer com que, ao caminhar pelos lugares, o peregrino realize um percurso espiritual, em ambiente de oração e de meditação. Os serviços do Santuário criaram desdobráveis em sete línguas diferentes, que podem ser consultados em www.fatima2017.org.

Recorde-se que, de acordo com o testemunho das três crianças conhecidas como Pastorinhos de Fátima (Lúcia, Francisco e Jacinta), ocorreram seis aparições da Virgem Maria na Cova da Iria e imediações, uma em cada mês, entre maio e outubro de 1917.


A Escola Profissional de Salvaterra de Magos (EPSM) e a escola EB 2,3 Prof. João Fernandes Pratas, de Samora Correia, foram as vencedoras do concurso “escolas amigas da água”, promovido pela Quercus e pela Águas do Ribatejo, com o objectivo de sensibilizar os mais novos para um uso eficiente deste recurso em casa e nos espaços escolares.

Os alunos receberam os prémios  na quinta-feira, 14 de Junho, numa cerimónia que decorreu no auditório da EPSM, e onde Ana Rita Antunes, coordenadora do projecto por parte da QUERCUS, elogiou o trabalho dos alunos e professores envolvidos e referiu que “há sinais evidentes de que o comportamento das pessoas está a mudar em relação à forma como usam a água”.

A EPSM foi a vencedora do concurso para a criação de uma bandeira alusiva ao tema, com um trabalho da autoria das alunas Marina Antunes e Vanessa Santos. A bandeira foi içada na EPSM e será agora colocada nas restantes escolas participantes na final do concurso, a EB 2,3 de Samora Correia, EBI do Couço (Coruche), a EB 2,3 José Relvas (Alpiarça), a EB 2,3 de Fazendas de Almeirim e Escola Secundária Maria Lamas (Torres Novas).

O desafio envolveu mais de 1.100 estudantes de 24 escolas das regiões de Coimbra, Algarve e Ribatejo.

O concurso “escolas amigas da água” foi ganho pela EB de Samora Correia, com acções que envolveram 17 alunos, e que se traduziram numa mudança significativa dos hábitos de consumo da comunidade escolar.

O projecto envolveu a detecção de perdas de água e a introdução de medidas correctivas que reduziram o volume consumido.

“A Águas do Ribatejo é uma empresa inovadora a nível nacional e internacional e esta inovação faz-se com as crianças e os jovens que apoiamos nestas iniciativas”, referiu Dionísio Mendes, representante da administração da empresa intermunicipal, destacando a importância destas iniciativas “no contributo para uma cidadania activa em redor das questões ambientais”.

“Esta é uma aposta no futuro que se complementa com os investimentos de 130 milhões de euros que estamos a realizar desde 2009 nos sete municípios”, frisou ainda o também presidente da Câmara de Coruche.

Mais artigos...

PUB

PUB

PUB

PUB

ctx covid 19

PUB

Quem está Online?

Temos 1206 visitantes e 0 membros em linha