PUB

festival cogumelo

PUB

cms generico


O condutor e os ocupantes de um ligeiro de passageiros fugiram após um acidente em que destruíram um muro de cimento e a vedação de uma empresa de estufas perto de Atalaia, freguesia de Almoster, Santarém, na madrugada de domingo, 6 de Maio.

Quando a GNR chegou ao local, só encontrou o carro bastante danificado e sem a chave da ignição e os documentos no interior.

O acidente ocorreu na Estrada Nacional 365, quando o condutor, que ao que tudo indica seguia em excesso de velocidade, não conseguiu descrever a curva no cruzamento para a Atalaia de Almoster.

Acabou por ir em frente e arrancou a vedação em rede e parte de um muro em cimento com cerca de 50 centímetros de altura, tendo ainda danificado a estrutura de uma das estufas da empresa.

O carro também sofreu danos avultados.

A GNR, que entretanto apurou que a viatura pertence a uma empresa de renting, está a investigar o caso.

Pelos vestígios recolhidos no local, as autoridades suspeitam que os envolvidos no acidente terão tido ajuda para abandonar o local.

Viver o Tejo” é o slogan deste ano do Challenger Nersant, uma prova de desporto aventura que reúne, em ambiente de convívio e partilha, várias empresas da região. Este ano na sua 16.ª edição, o Challenger da Associação Empresarial da Região de Santarém realiza-se nos concelhos de Abrantes, Constância e Vila Nova da Barquinha, dias 25 e 26 de maio.

“Viver o Tejo” é uma marca criada pela Nersant no âmbito do projecto “Mercados do Tejo”, que tem como objectivo a promoção e dinamização dos percursos, rotas e eventos do Tejo. O Challenger contará com 20 equipas, constituídas por 5/6 pessoas, e irá assim mobilizar mais de 100 colaboradores de empresas, que irão, por sua vez, dar vida às margens do Rio Tejo, através da realização das diversas provas previstas.

A inscrição de cada equipa tem o custo de 500 euros + IVA, devendo os interessados contactar o Departamento de Feiras e Certames da Nersant (249 839 500 ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.).


Sete detidos, seis homens e uma mulher, foi o resultado de uma operação da Divisão de Investigação Criminal (DIC) da PSP de Lisboa efectuou em Santarém na madrugada de quinta-feira, 3 de Maio.

As detenções foram feitas no cumprimento de nove mandatos de busca domiciliária no âmbito de uma investigação que se iniciou há seis meses sobre tráfico de estupefacientes, em que esta rede era suspeita de vender cocaína e haxixe a outros intermediários, e não ao consumidor final.

O alegado cabecilha da rede tem 49 anos e é proprietário de um bar em Santarém, tendo antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza.

Segundo dados que a DIC de Lisboa revelou em conferência de imprensa, foram apreendidas cerce 500 gramas de cocaína, 16 quilos de haxixe, quatro carros, quatro armas de fogo e uma pistola.

A polícia encontrou ainda 19.680 euros em dinheiro, a que se somam o valor da droga, aproximadamente 14 mil euros no caso da cocaína e 40 mil euros no que se refere ao haxixe.

A Rede Regional apurou junto do Comando Distrital da PSP de Santarém que, apesar da operação ter sido realizada na cidade e arredores, todos os detidos, bem como o material apreendido, foram levados para Lisboa, uma vez que os factos sob investigação terão ocorrido naquela área de intervenção da polícia.

Mais artigos...

PUB

PUB

PUB

PUB

barquinha savel lampreia 2020

PUB

PUB

PUB

promo almeirim

Quem está Online?

Temos 1044 visitantes e 0 membros em linha