PUB

chamusca paulo betti

PUB

cms generico

O farmacêutico foi considerado o "master mind" de um esquema que lesou o Estado em 2,1 milhões de euros.

O julgamento do megaprocesso em que duas farmácias, em Abrantes e Lisboa, delapidaram o Serviço Nacional de Saúde em 2,1 milhões de euros com receituário falso terminou com três dos 27 arguidos condenados em penas de prisão efetiva, pelos crimes de falsificação de documento e burla qualificada.

A PSP de Tomar identificou esta quinta-feira, 9 de janeiro, um homem, de 40 anos, que foi constituído arguido e sujeito a Termo de Identidade e Residência no âmbito de um processo em que foi dado cumprimento a dois mandados de busca domiciliária e um mandado de busca e apreensão de veículo.

Mais artigos...

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

Quem está Online?

Temos 694 visitantes e 0 membros em linha