Já está em curso a empreitada de remodelação do antigo Convento do Carmo em Torres Novas, um investimento que ascende aos 5,1 milhões de euros e que inclui a construção da futura loja do cidadão da cidade num edifício que será construído de raiz.

As obras começaram pela demolição dos interiores no antigo convento e algumas construções independentes que não faziam parte da estrutura original.

Foram, no entanto, preservadas as três fachadas do edifício e as paredes do antigo claustro.

A estrutura do parque de estacionamento de dois pisos nas traseiras do imóvel já está em curso, segundo uma nota de imprensa da Câmara Municipal de Torres Novas, que explica ainda que “as restantes demolições serão faseadas, à medida que se for procedendo à construção da nova estrutura”.

“Esta obra visa a melhoria das condições de salvaguarda e valorização do Convento do Carmo, respeitando a sua integridade patrimonial”, salienta ainda a autarquia, adiantando que “através da recuperação e valorização deste bem arquitectónico, situado no centro da cidade, criar-se-á um espaço para acolher serviços municipais”.

A obra é financiada por fundos comunitários, com uma comparticipação que ronda os 4,1 milhões de euros, que correspondem a 80% das despesas elegíveis.