PUB

chamusca covid continua

PUB

banner cms juntos

Nos próximos seis meses, o “Madruga” e o “Tumba” vão ser os grandes inimigos da praga de pombos comuns que assola Santarém há vários anos.

Slide thumbnail

Os dois falcões, jovens machos de 4 e 5 anos, têm por missão espantar o elevado número de aves columbófilas que se tem vindo a reproduzir nos telhados, varandas e quintais de imóveis devolutos, sobretudo no centro histórico da cidade.
“É preciso desmistificar a ideia de que os falcões matam os pombos, porque eles apenas os afugentam. Os pombos acabam por se ir embora perante a presença constante e incómoda de um predador”, explicou à Rede Regional Luciano Vieira, da TFalcon, a empresa contratada pela Câmara de Santarém para aplicar este “método de controlo natural”.
Além de espantar os pombos, os falcões destroem também os ninhos com ovos e poderão matar para comer algumas crias, “pois é esse o seu instinto natural”, explica o treinador de aves de rapina.
Para esta primeira fase, que arrancou no início da semana, estão referenciados nove imóveis devolutos no centro histórico onde a presença dos falcões vai ser uma constante.
“Há uns meses atrás, quando viemos fazer o primeiro reconhecimento, percebemos logo que Santarém tem mesmo uma população muito elevada de pombos, a provocar estragos visíveis nos edifícios”, explica Luciano Vieira, acrescentando que este combate à praga “é um trabalho gradativo, que tem que se ir avaliando à medida que avança”.
Para já, a presença de Luciano Vieira e Hennadiy Sapryha, que transportam pelas ruas do centro histórico o “Madruga” e o “Tumba”, tem despertado a atenção dos scalabitanos, que vão observando a ação das aves de rapina.
Segundo uma nota de imprensa da Câmara, este é “mais um método para combater a proliferação de pombos que acarretam riscos para a saúde pública, ambiente e património”.
Os pombos podem transmitir aos humanos entre 30 a 40 doenças diferentes, além de espalharem dejetos altamente corrosivos que provocam danos no edificado e no espaço público.
Segundo a mesmo nota, da autarquia, “será utilizada uma viatura caracterizada da T Falcon, que servirá toda a comunidade, no que respeita ao afastamento da praga urbana. Para isso existe um número de contacto telemóvel associado e serão ainda distribuídos flyers informativos”.

 



banner fiqueemcasa

 

PUB

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

promo almeirim1

Quem está Online?

Temos 661 visitantes e 0 membros em linha