PUB

chamusca covid continua

PUB

banner cms juntos

A militar da GNR que na semana passada ficou em estado crítico após um acidente ocorrido na A1, faleceu esta segunda-feira, 13 de julho, no Hospital de São José, em Lisboa, para onde foi transferida após ser assistida no Hospital de Santarém.

Slide thumbnail

Vânia Martins, de 30 anos, natural da Guarda, ficou com ferimentos graves a nível da cervical após o acidente, ocorrido pelas 11h30 de 7 de julho, ao quilómetro 85 da A1, entre o nó de Torres Novas e a área de serviço de Santarém. A sua morte já tinha sido anunciada em variados posts e meios de comunicação mas a própria GNR confirma que o óbito foi declarado apenas na manhã de hoje.

Os dois militares, destacados para acompanhar uma operação de limpeza das bermas da via, estavam dentro do carro patrulha quando um ligeiro de passageiros colidiu com grande violência na traseira da viatura da GNR.

Os elementos da GNR ficaram encarcerados e inconscientes, ao passo que os três ocupantes da viatura que provocou o embate sofreram ferimentos ligeiros.

Ambos tinham sido colocados há poucos meses no Destacamento de Trânsito de Santarém

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, as operações de socorro envolveram 32 operacionais, apoiados por 13 viaturas, incluindo a VMER de Santarém e a SIV de Torres Novas.

A morte da cabo Martins acontece dois dias depois do funeral de Carlos Pereira, o outro militar da GNR envolvido no acidente.



banner fiqueemcasa

 

PUB

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

promo almeirim1

Quem está Online?

Temos 496 visitantes e 0 membros em linha