PUB

chamusca covid continua

PUB

banner cms juntos

Uma mulher de 74 anos vai começar a ser julgada no Tribunal de Santarém por ter tentado matar o marido à machadada, na casa do casal em Aldeia do Peixe, concelho de Benavente.

Slide thumbnail

A arguida, que está em prisão preventiva, vai responder por um crime de homicídio qualificado na forma tentada, num caso em que está por explicar o que passou pela cabeça da mulher para tentar assassinar o marido ao fim de 48 anos de casamento.
O caso remonta ao dia 8 de outubro de 2019, quando o casal teve uma discussão calorosa após ter ido almoçar fora, na viagem de regresso a casa.
Segundo a Acusação, a que a Rede Regional teve acesso, a mulher ficou magoada e a pensar na briga com o marido durante o dia inteiro.
Na madrugada seguinte, pelas 6 da manhã, levantou-se da cama sem acender a luz e foi ao quintal buscar uma machada com 40 centímetros de lâmina, que usou para atingir duas vezes o homem na cabeça, enquanto dormia no quarto.
Julgando-o morto, a mulher dirigiu-se à casa de uma vizinha a pedir auxílio, inventando que tinham sido vítimas de um assalto violento, cometido por desconhecidos que não chegou a ver porque tinha ido à casa de banho.
No local, a Polícia Judiciária deteve a arguida, após concluir facilmente que a septuagenária era a autora do crime, depois de recuperar a machada ensanguentada deixada em cima de uma cómoda, no quarto, e de perceber que não existiam quaisquer sinais de arrombamento.
O marido, de 75 anos, apesar dos ferimentos muito graves na cabeça, pescoço e clavícula, sobreviveu ao ataque da mulher, e pede uma indemnização cível de 38,6 mil euros, por danos patrimoniais e não patrimoniais.
Na altura do crime, a arguida andava a ser seguida em consultas de psiquiatria devido a uma depressão profunda, mas nada fazia prever que tentasse matar o conjugue de forma tão violenta.

 



banner fiqueemcasa

 

PUB

PUB

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

PUB

promo almeirim

Quem está Online?

Temos 357 visitantes e 0 membros em linha