PUB

chamusca covid continua

PUB

banner cms juntos

Imagem de Arquivo / Ilustrativa

O Tribunal Central Administrativo Sul considerou improcedente uma providência cautelar interposta pela empresa de reciclagem de óleos Fabrióleo, com sede em Torres Novas, contra a decisão do IAPMEI que mandara encerrar a empresa em 2018, após uma série de vistorias que concluíram pela responsabilidade da unida fabril na poluição do aquífero, afluente do rio Almonda.

Slide thumbnail

Segundo a decisão do tribunal, a Fabrióleo, que sempre negou responsabilidade pela poluição, tem agora um período de 10 dias para o encerramento da unidade de reciclagem de óleos de Torres Novas.

O presidente da Câmara de Torres Novas, Pedro Ferreira, já foi informado da decisão, esperando agora que a empresa cumpra a determinação do tribunal, o mesmo acontecendo com a distrital do Bloco de Esquerda, que considera que a decisão do Tribunal Administrativo “é justa e é uma vitória da prolongada luta das populações pelo direito à vida, sem mais poluição na ribeira da Boa Água e com o fim dos cheiros nauseabundos, insuportáveis”.

NOTÍCIA RELACIONADA:



banner fiqueemcasa

 

PUB

PUB

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

PUB

promo almeirim

Quem está Online?

Temos 401 visitantes e 0 membros em linha