PUB

chamusca covid continua

PUB

santarem embreve

Em regime de quarentena voluntária há mais de uma semana, um homem residente em Santarém diz-se “esquecido” e “abandonado” pelas autoridades de saúde, que nem o resultado positivo do seu teste para o COVID-19 lhe transmitiram.

Slide thumbnail

Com sintomas gripais muito fortes, Faustino Alvito dirigiu-se ao Hospital de Santarém no passado dia 25 de março, onde foi testado para o novo coronavírus, medicado e aconselhado a ficar em isolamento na sua residência.
O homem ficou à espera que lhe transmitissem os resultados no dia seguinte, mas nada disso chegou a acontecer.
Cinco dias e muitos telefonemas depois, foi a esposa quem obteve a informação do despiste, ao insistir junto do Hospital de Santarém: o teste do marido tinha dado positivo, o que deixou toda a família assustada.
Contatada pela Rede Regional, a administração do Hospital garante que, no dia seguinte à colheita, 26 de março, transmitiu os resultados à delegada de saúde de Santarém.
O hospital explica ainda que o acompanhamento e a monitorização de doentes não internados não é da sua responsabilidade, mas sim do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) da Lezíria.
A Rede Regional pediu também esclarecimentos sobre este caso à delegada de saúde de Santarém, que não fez chegar qualquer resposta aos e-mails que lhe foram dirigidos.
Faustino Alvito já se sente melhor e diz-se “quase recuperado”, mas a grande preocupação agora são a esposa, Zulmira, e os filhos, de 10 e 20 anos, que residem numa casa que não tem espaço suficiente para assegurar o isolamento a todos.
Além de ter prestado assistência ao marido antes do teste, Zulmira, que tem outros problemas de saúde, apresenta agora sintomas gripais muito fortes, pelo que a família quer ser testada ao novo coronavírus.
Esta quinta-feira, 2 de abril, telefonaram novamente para a Linha Saúde24, que “só nos deu uma lista de clínicas que fazem testes no domicílio, para nós contatarmos”, explica o homem, mas terá que ser a família a pagar pela realização das colheitas.
“Tudo isto é revoltante”, desabafa Faustino Alvito, que, mesmo assim, garante que toda a família vai permanecer em quarentena até as autoridades de saúde ligarem a este caso.

 



banner fiqueemcasa

 

PUB

PUB

PUB

  • jorge_malacas.jpg

PUB

rede regional banner contactos essenciais

PUB

promo almeirim

Quem está Online?

Temos 538 visitantes e 0 membros em linha