PUB

chamusca variacoes

PUB

carnaval santarem

Duas funcionárias da limpeza do Hospital CUF Santarém foram atacadas por cães de raça potencialmente perigosa na madrugada de quinta para sexta-feira (23 para 24 de janeiro), pouco depois da meia noite, quando estavam a sair do trabalho, sendo que uma delas sofreu ferimentos graves e ainda se mantém de baixa médica.

Slide thumbnail

Uma das vítimas contou à Rede Regional que tudo aconteceu de forma inesperada e muito rápida, quando ambas se dirigiam para as suas viaturas após mais um dia de trabalho naquela unidade de saúde particular situada na Rua Zeferino Silva, próximo do bairro de São Domingos.

O ataque ocorreu a cerca de 50 metros do hospital, junto a um ecoponto no cruzamento com a rua de Moçambique, que passa nas traseiras do hospital. Os dois cães surgiram a grande velocidade e atiraram-se logo às vítimas, mordendo-as nos braços e nas pernas. "Íamos a conversar uma com a outra e eles apareceram do nada", explica uma das feridas, garantindo que os animais "vinham mesmo para atacar".

As duas mulheres tentaram defender-se mas os cães não paravam. O auxílio veio de um segurança do hospital, que também saiu à meia noite e que, ao ouvir os gritos, correu em auxílio das colegas, conseguindo finalmente afastar os animais.

As duas funcionárias feridas dirigiram-se depois às urgências do Hospital, tendo uma delas sido sujeita a 15 pontos numa perna, estando ainda de baixa médica devido ao sucedido.

Além dos danos físicos, ambas as vítimas estão psicologicamente afectadas e recordam sistematicamente o ocorrido. "Não tenho conseguido dormir apesar de estar medicada", relata a nossa fonte, garantindo que na altura só pensava que os cães iam matar a colega.

Apesar de já ter regressado ao trabalho, esta funcionária diz que quando chega à altura de sair do emprego fica muito agitada e no sábado teve mesmo de ser assistida no hospital devido a uma crise de ansiedade e tensão arterial elevada.

PSP ESTÁ A TENTAR IDENTIFICAR OS ANIMAIS
As duas funcionárias apresentaram queixa na PSP de Santarém, que esteve no local pouco depois do ataque mas já não conseguiu localizar os animais.

Os agentes chegaram à fala com o presumível proprietário dos cães mas este não permitiu a entrada na propriedade, estando agora a polícia a desenvolver diligências para confirmar a raça dos animais, suspeitando-se que sejam pitbulls.



PUB

PUB

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

barquinha savel lampreia 2020

PUB

Quem está Online?

Temos 336 visitantes e 0 membros em linha