PUB

chamusca covid responsavel

PUB

banner cms escola

Os moradores do prédio em risco de derrocada na Avenida 25 de Abril, em Santarém, não vão poder regressar às suas casas nas próximas duas semanas, por decisão da Equipa Técnica de Vistorias do município, que realizou uma avaliação estrutural ao edifício na manhã desta sexta-feira, 17 de janeiro.

Slide thumbnail

Segundo explicou à Rede Regional o comandante dos Bombeiros Sapadores de Santarém, José Guilherme, a Proteção Civil vai monitorizar o edifício “nos próximos 10 a 15 dias, para verificar se as fendas no prédio agravam. Se não se verificarem novos problemas, os moradores deverão receber luz verde para regressar às suas frações”.
No entanto, o acesso ao logradouro, à zona da piscina e à estrutura em tosco nas traseiras do prédio, “está totalmente interdito até serem feitas as obras necessárias para garantir a segurança”, acrescentou o comandante.
Recorde-se que os moradores foram evacuados das suas casas na passada quarta-feira, 15 de janeiro, após ter ruído parte do muro de sustentação na traseiras do edifício, uma situação que terá tido origem em obras não licenciadas que incluíram escavações na barreira e a construção da piscina, e que se agravou com as chuvas das últimas semanas.
O único morador que se mantém a residir no prédio é o proprietário do logradouro, depois de ter assinado um termo de responsabilidade.
Quanto às restantes residentes, uma idosa e dois casais estão temporariamente a residir em casa de familiares, ao passo que uma família de seis elementos e outra de três pessoas foram realojadas numa unidade hoteleira da cidade.



praca maior 01

 

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

almeirim melao

Quem está Online?

Temos 499 visitantes e 0 membros em linha