PUB

chamusca ilha

PUB

reino natal

Os pais da bebé Matilde, a criança que sofre de Atrofia Muscular Espinhal – AME Tipo I, a forma mais grave desta doença rara, e que mobilizou o país numa campanha solidária que juntou mais de 2 milhões de euros (o valor do medicamento que o estado acabou por pagar), vão pagar o que falta da operação de Tomás Leal, o menino de Marinhais que sofre de um tumor ósseo maligno.

Slide thumbnail

A informação foi prestada pelos pais de Tomás Leal, que comunicaram que o valor da cirurgia (98 mil euros) já foi atingido, em parte devido aos donativos e muitos eventos solidários realizados por amigos e até por desconhecidos, e o restante pago diretamente pelos pais de Matilde, que como o estado pagou o medicamento da filha têm ajudado outras crianças com problemas de saúde.

“É de coração cheio que vos transmitimos a melhor notícia que poderíamos ter neste momento: o valor para a cirurgia do Tomás foi atingido”, dizem na sua página do Facebook, explicando que “numa surpresa bastante emotiva”, a mãe da bebé Matilde “informou já ter contactado a clínica em Pamplona, tendo acordado a liquidação do montante em falta”.

No entanto, a família continua a agradecer as várias ajudas que vão chegando porque as despesas não se limitam à operação.

“O objetivo inicial foi atingido pelo que compreendemos que a solidariedade também tem limites, mas a ajuda continua a ser necessária. Continuam a haver deslocações, estadias, próteses, calçado específico que resultam em despesas dificilmente comportáveis”, explicam.

“Agradecemos a todos os que nos ajudaram, quer financeiramente quer com as palavras de apoio e esperança que foram e são fundamentais para nós neste momento. A nossa luta ainda está no início mas, com tanta força positiva, hoje sabemos que vamos vencer”, concluem na página do Facebook.

Saiba como pode ajudar AQUI.

NOTÍCIAS RELACIONADA:



PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

politeama rainhadaneve

PUB

Quem está Online?

Temos 658 visitantes e 0 membros em linha