Os carteiros do Centro de Distribuição Postal do Entroncamento começaram esta segunda-feira, 8 de outubro, uma greve parcial que se vai prolongar até ao próximo dia 15 de outubro.

{creativeslider id="2"}
A jornada de luta visa combater “o assédio moral” e exigir “respeito por parte da administração da empresa” pelos trabalhadores, segundo uma nota de imprensa da União de Sindicatos de Santarém (USS).
A greve “conta com a adesão de todos os carteiros com vínculo de trabalho permanente (existindo apenas 2 trabalhadores com vínculo precário ao serviço) e resulta das inúmeras pressões e maus tratos que os trabalhadores têm sofrido e que, apesar de informada, a administração da empresa preferiu ignorar”, salienta esta estrutura sindical.
Durante as duas horas diárias de greve, os trabalhadores vão manter-se concentrados à porta das instalações dos CTT no Entroncamento.