PUB

chamusca covid continua
Slide thumbnail

PUB

santarem embreve

Um empresário de Rio Maior vai começar a ser julgado no tribunal da cidade por suspeitas de ter arrecadado cerca de 150 mil euros que devia ter entregue em impostos às Finanças.

O arguido, de 61 anos, é proprietário de uma empresa que se dedica ao comércio de sucatas e à compra e venda de viaturas usadas, e está acusado de dois crimes de fraude fiscal e três de abuso de confiança fiscal.

Segundo a acusação do Ministério Público (MP), a que a Rede Regional teve acesso, cerca de 49 mil euros dizem respeito à ocultação de IVA em três trimestres de 2006, em que as declarações periódicas (de entrega obrigatória) foram preenchidas com valores inferiores aos efectivamente facturados pela empresa.

Além disso, nas declarações de IRC, o empresário terá omitido proveitos de 209 mil euros em 2006, e de 168 mil euros em 2007, o que resultou num prejuízo para o Estado de 57 mil euros, em 2006, e de 44 mil euros, no ano seguinte.

Segundo o MP, a fuga ao imposto foi conseguida através da dedução indevida de IVA em quantidades de combustíveis que não foram consumidas, e da contabilização de custos não documentados e despesas não admissíveis, em termos fiscais.



banner fiqueemcasa

 

PUB

PUB

PUB

  • jorge_malacas.jpg

PUB

rede regional banner contactos essenciais

PUB

promo almeirim

Quem está Online?

Temos 622 visitantes e 0 membros em linha