PUB

chamusca covid continua
Slide thumbnail

PUB

santarem embreve

A Associação Scalabitana de Protecção Animal (ASPA) está a tentar salvar um cão queimado que foi deixado preso com uma corda à porta do canil, num estado de grande debilidade física.

Segundo Vítor Piedade, da ASPA, o animal, um braco alemão puro, apresenta queimaduras de 1º grau em mais de 20% do corpo, mas está a reagir favoravelmente aos tratamentos que estão a ser feitos pelo veterinário municipal, Francisco Grilo.

Tendo em conta o tipo de ferimentos e o facto de serem apenas num lado do corpo, a ASPA acredita que serão queimaduras provocadas por ácido, provavelmente derivadas da queda de um frasco.

“Os ferimentos podem até ter sido feitos de modo acidental ou inadvertidamente, mas não se abandona um animal nestas condições à porta de um canil”, afirmou Vítor Piedade, acrescentando que o animal foi encontrado na manhã de domingo, 15 de Abril, quando os elementos da associação chegaram às instalações, situadas na zona industrial de Santarém.

O cão, já baptizado por “Zeus”, não tem chip, o que impossibilita a identificação do proprietário, mas “tem uma marca na orelha que é colocada apenas aos animais que são 100% puros”, explicou ainda o mesmo responsável.

Os tratamentos às feridas, que são bastante dispendiosos, estão a ser feitos todos os dias e “vai ser uma recuperação bastante prolongada”, acrescentou Vítor Piedade.



banner fiqueemcasa

 

PUB

PUB

PUB

  • jorge_malacas.jpg

PUB

rede regional banner contactos essenciais

PUB

promo almeirim

Quem está Online?

Temos 655 visitantes e 0 membros em linha