PUB

chamusca variacoes

PUB

cms generico

O centro de saúde de Alpiarça vai receber mais dois médicos vindos de Cuba, para substituir o casal de clínicos que prestaram serviço nesta unidade nos últimos dois anos e meio.

A garantia foi dada pela secretaria de Estado da Saúde à Câmara Municipal de Alpiarça, durante uma reunião que se realizou na quarta-feira, 8 de Fevereiro, em Lisboa. Alpiarça é uma das localidades onde serão colocados novos médicos de família cubanos no âmbito do processo de substituição dos clínicos contratados pelo Serviço Nacional de Saúde, que está a decorrer. No âmbito do protocolo com o Ministério da Saúde, a Câmara Municipal de Alpiarça vai continuar a suportar as despesas de alojamento (renda, água, luz, telefone, telecomunicações, etc) dos novos profissionais, que ainda não têm data de chegada marcada.

Recorde-se que os utentes do centro de saúde organizaram um jantar de despedida a Jorge Sobriño e Mercedez Garcia no passado dia 21 de Janeiro, que juntou quase 200 convivas num restaurante da vila. Foi a forma encontrada pela população de agradecer ao casal de clínicos, cujo trabalho desenvolvido no Ribatejo tem sido bastante elogiado. A partida dos médicos, cujo contrato de trabalho terminou em Janeiro, está dependente da chegada dos profissionais que os vão substituir.

Mais de uma centena de farmácias de todo o país, incluindo algumas dos concelhos de Almeirim, Torres Novas e Santarém, participam este sábado, 11 de fevereiro, na campanha de recolha de medicamentos para entregar a instituições de solidariedade social.

A recolha insere-se num programa que já doou cerca de 20 mil medicamentos em três anos e nesta vã participar, ao todo, 112 farmácias. A campanha, que decorre entre as nove da manhã e as sete da tarde, mobiliza cerca de 300 voluntários que vão estar nas farmácias aderentes para recolher medicamentos não sujeitos a receita médica, produtos de saúde e higiene para posteriormente distribuir por 65 Instituições Particulares de Solidariedade Social.

Voluntários e farmacêuticos têm instruções para explicar aos utentes quais os medicamentos mais necessários à instituição que é apoiada pela sua farmácia e a organização sublinha que só aceitam medicamentos novos comprados na farmácia.
 

O primeiro encontro distrital de comissões e utentes de serviços públicos realiza-se na sede da Associação Cultural e Recreativa de Vale de Estacas, em Santarém, no próximo dia 25 de Fevereiro, a partir das 14 horas.

O objectivo é “organizar a resistência das populações”, segundo um comunicado do Movimento de Utentes por Santarém (MUSP).

De acordo com o mesmo documento, este primeiro encontro é aberto a comissões de todo o distrito, para “fazer a análise dos serviços públicos” e definir “quais as iniciativas e as formas de organização dos utentes em defesa de serviços públicos de qualidade”.

Em cima da mesa, vão estar questões como a falta de médicos e o encerramento de extensões e postos de saúde, os aumentos das taxas moderadoras, a introdução de portagens nas antigas SCUT, ou mesmo as deficiências no fornecimento de energia eléctrica em algumas zonas do Ribatejo.

“Os problemas ambientais, das comunicações ou dos serviços financeiros, que afectam quem deles precisa” e a “ameaça de privatizações da prestação de serviços” também serão assuntos em destaque, adianta o comunicado.

Mais artigos...

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

Quem está Online?

Temos 541 visitantes e 0 membros em linha