O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) recebeu na sexta-feira, 13 de dezembro, 6,6 de um total de mais de 10 milhões de euros de reforço do orçamento para aplicação exclusiva em pagamentos de divida já vencida.

Slide thumbnail

De acordo com a administração do CHMT, o reforço de verba atinge os 10 031 399,00 €, dos quais a primeira tranche de 6.628.844,00€ foi creditada na conta da unidade de saúde a 13/12/2019, tendo o montante em causa sido utilizado exclusivamente para o pagamento a fornecedores, por ordem de maturidade da dívida vencida no decorrer da manhã desta terça-feira, dia 17.

Com esta primeira tranche, o CHMT liquidou divida vencida com antiguidade até março de 2019, estando a segunda tranche, no montante de 3 402 555,00€, a aguardar autorização e orientações complementares do secretário de Estado do Tesouro.

“Com a aplicação deste reforço no pagamento da dívida vencida, prevê-se que o CHMT encerre o exercício de 2019 com o prazo médio de pagamento a entidades externas ao SNS inferior ao ano transato”, refere um comunicado da administração.

Carlos Andrade Costa, presidente do Concelho de Administração, frisa que "este reforço orçamental permite manter o valor da dívida do CHMT em patamares absolutamente geríveis”, o que permite não fragilizar a situação económica - financeira que foi conseguida nos últimos anos e que tem permitido o investimento contÍnuo na modernização do CHMT".