PUB

chamusca festival7

PUB

fngastronomia

O projeto conjunto entre a Luz Saúde/Hospital da Luz e o grupo Fidelidade para a construção e implementação de um hospital privado em Santarém está finalmente a avançar normalmente e o projeto já está a ser analisado pelos técnicos da Câmara Municipal de Santarém.

Slide thumbnail

A garantia foi dada à Rede Regional pelo Diretor do Hospital da Luz com o pelouro da medicina desportiva, Pedro Patrício, que questionado pelo nosso jornal à margem da apresentação do protocolo entre o Hospital da Luz e o União Desportiva de Santarém, confirmou que o projeto, "depois de um longuíssimo processo, complexo do ponto de vista administrativo e político, como foi público, está a seguir os trâmites normais" na autarquia.

"Está tudo ultrapassado e as coisas estão a rolar", reforçou, garantindo que a expetativa é que a nova unidade de saúde arranque em 2020 e que possa abrir ao público até final de 2021.

"Estamos na fase final de fechar projetos. As decisões principais do ponto de vista do que vamos ter e o nível de diferenciação clínica do hospital estão tomadas", explica Pedro Patrício.

O futuro Hospital da Luz de Santarém será uma unidade generalista e muito completa e abrangente em termos de especialidades. "Posso garantir sobretudo que terá muita qualidade clínica para todos os ribatejanos que o escolherem. É um hospital muito tecnológico, num edifício sustentável e eficiente do ponto de vista energético", garante Pedro Patrício.

O hospital está a ser projetado para servir todo o Ribatejo e não apenas para a cidade de Santarém, estimando-se que possa servir uma população de cerca de meio milhão de habitantes.

Recorde-se que, como a Rede Regional avançou há cerca de um ano, o pedido de informação prévia da empresa Fidelidade Property Europe SA para a construção de um hospital privado nas Encostas da Carmona, em Santarém, foi aprovado a 31 de agosto de 2018 na reunião do executivo municipal, contando com os 5 votos a favor do PSD e 4 abstenções do PS.

Depois de ter visto o pedido chumbado pela oposição no anterior mandato, a empresa, ligada ao grupo Luz Saúde, pode assim continuar o processo de construção do hospital que ficará no terreno de 83.520 metros quadrados onde durante anos esteve o “esqueleto” de um hotel inacabado, demolido em 2013.

Segundo o pedido de informação da Fidelidade Property Europe SA, o hospital a construir terá 3 pisos e 352 lugares de estacionamento, numa área de implantação de 4.276 metros quadrados não classificada como Reserva Ecológica Nacional.

O terreno em causa, que se inicia junto à rotunda do Retail Park e vai até à Linha Ferroviária do Norte, junto ao Rio Tejo, contém uma parcela onde se encontra uma antiga lixeira, selada em 2004, que deverá reverter para a autarquia.



PUB

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

Quem está Online?

Temos 703 visitantes e 0 membros em linha