O presidente da Câmara Municipal de Santarém, Ricardo Gonçalves (PSD), enviou na tarde desta quinta-feira, 18 de abril, um pedido de reunião, com carácter de urgência, ao ministro da Saúde, Paulo Macedo.

O autarca está preocupado com os relatos que recebeu dos meios de comunicação, da população, dos utentes e dos profissionais de saúde do Hospital de Santarém, sobre situações que comprometem seriamente a regular prestação de serviços e cuidados de saúde.

“A preocupação com que recebi a informação sobre a rutura de stocks de medicamentos oncológicos (com suspensão de tratamentos), a dificuldade na elaboração das escalas de urgência determinando a pré-rutura deste serviço, a carência de médicos e enfermeiros em diversos serviços de cirurgia, consulta ou internamento, com atrasos inadmissíveis na marcação de consultas de especialidade prioritárias, que afetam gravemente a população do Concelho e da região, levaram-me a tomar esta iniciativa”, explica Ricardo Gonçaves.

Apesar de o município não possuir competências na área da prestação de cuidados de saúde hospitalares, o presidente da autarquia garante que tudo fará para encontrar, em conjunto com o Ministério da Saúde, “a mais rápida e eficaz solução para esta grave situação”.

Recorde-se que a notícia sobre a falta de medicamentos oncológicos no Hospital de Santarém foi avançada pelo Rede Regional no sábado, 13 de abril. Veja a notícia em causa AQUI.