PUB

chamusca variacoes

PUB

carnaval santarem

O Movimento de Utentes dos Serviços Públicos (MUSP) de Santarém considera que o Governo está a agravar a saúde dos portugueses e a sobrecarregar os hospitais com utentes que só recorrem aos serviços em estado muito grave.

As críticas do movimento foram feitas no final de uma reunião com a administração do Hospital de Santarém, durante a qual o MUSP manifestou a sua preocupação pela situação da urgência daquela unidade que estará a responder a um perfil de urgência diferente daquela para que está vocacionado.

O movimento acusa o governo de fazer com que as pessoas não vão ao médico, não façam exames e não comprem medicamentos por não terem dinheiro, chegando depois às urgências hospitalares em situações de doença grave que aumentam os custos e duração dos tratamentos a que têm que ser sujeitos.

Citado pela agência Lusa, Augusto Figueiredo, do MUSP, revelou que o serviço “atende entre 300 a 500 pessoas por dia, dos quais quase 80 % são pessoas com mais de 75 anos“, o que, segundo disse, aumentou o tempo despendido pelo serviço com cada doente.

Augusto Figueiredo disse ainda ter sido informado pela administração do Hospital de Santarém que esta está a aumentar o número de camas porque a capacidade do hospital está esgotada.



PUB

PUB

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

barquinha savel lampreia 2020

PUB

Quem está Online?

Temos 677 visitantes e 0 membros em linha