A população da freguesia de Alvega, concelho de Abrantes, está desde a semana passada impedida de consumir água da rede pública devido ao elevado teor de alumínio detectado nas análises efectuadas.

Por um período de tempo ainda indeterminado, a Câmara Municipal de Abrantes alertou a população para que não consuma água até os níveis estarem normalizados.

O abastecimento à população está a ser garantido com recurso aos bombeiros municipais.

Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara, confirmou à Rede Regional este problema e revelou que, quando existem estas variações bruscas de temperatura, podem ocorrer estas oscilações devido à pequena profundidade dos furos de captação. Nesta altura não há, ainda, segundo a autarca, qualquer previsão de quando é que o problema poderá estar resolvido.

Céu Albuquerque garante, no entanto, que o município tem já em curso uma intervenção para transportar água da freguesia de Mouriscas, cuja captação é feita numa barragem, para Alvega. Deverá ser uma intervenção concluída dentro de um mês e que, em situações futuras, vai permitir mudar o abastecimento sem necessidade de recurso aos bombeiros.

André Teodoro, do comando dos Bombeiros Municipais de Abrantes, confirmou que um veículo tanque da corporação, com capacidade de 15 mil litros, está a abastecer a freguesia entre as 7h30 e as 19 horas, ininterruptamente, com água da rede pública de Abrantes para a freguesia de Alvega.