PUB

chamusca natal
Slide thumbnail

PUB

cimt slideshow

PUB

reino natal

PUB

elgalego 2019

António Filipe, deputado do PCP eleito pelo círculo do distrito, quer esclarecimentos por parte do Ministério da Saúde sobre a falta de médicos especialistas de medicina interna no Hospital de Santarém.

De acordo com o documento que entregou na Assembleia da República, há neste momento apenas 11 clínicos neste serviço, quando, “de acordo com o proposto pelo normativo da Autoridade Central do Sistema de Saúde de 2011, deveria dispor de 46 internistas”, uma vez que esta unidade hospitalar tem 400 camas para uma população de 191 mil habitantes.

A pergunta do deputado ao Ministério da Saúde tem por base uma carta aberta que os 11 profissionais afectos à medicina interna dirigiram ao Conselho de Administração do hospital, onde alertam “para as difíceis condições de trabalho a que estão a ser submetidos, com graves consequências para o serviço prestado”.

Os médicos que subscrevem a missiva afirmam que “têm vindo a assistir a uma redução continuada no número de especialistas, com um progressivo incremento das solicitações diárias assistenciais, sendo os recursos humanos actualmente existentes manifestamente insuficientes face às necessidades”.

Na realidade, existem no quadro do hospital 17 assistentes de medicina interna, mas um é um assistente graduado sénior aposentado e está na direcção do departamento médico, três têm funções directivas na urgência e medicina 3 e 4, e dois prestam trabalho exclusivamente na UCI e no serviço de urgência, pelo que restam os referidos 11 internistas. “Acresce que cinco têm mais de 50 anos, dois têm mais de 55 anos e só quatro têm menos de 50 anos”, lê-se ainda no documento, que alerta para o facto da taxa de ocupação durante 2011 ter sido muito superior aos 100% da capacidade instalada nos serviços de medicina.

Além disso, os profissionais “foram confrontados com o recente aumento da lotação dos serviços”, tendo o serviço de medicina 3 passado de 31 para 47 camas e a medicina 4 de 62 para 84 camas.

Além de alertar para esta situação, na pergunta dirigida ao Ministério da Saúde na terça-feira, 3 de Abril, António Filipe questiona “que medidas vão ser tomadas para garantir o reforço indispensável do número de médicos especialistas” no Hospital Distrital de Santarém.



PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

cmcartaxo natal

PUB

PUB

politeama rainhadaneve

Quem está Online?

Temos 1156 visitantes e 0 membros em linha