PUB

chamusca covid

PUB

banner cms vamostodosficarbem


A JSD do Cartaxo colocou 200 velas a arder junto ao parque de estacionamento subterrâneo na noite de terça-feira, 24 de Abril, para assinalar o facto do equipamento continuar sem estar em funcionamento, precisamente 200 dias depois do equipamento ter sido inaugurado com toda a pompa e circunstância pelo Presidente da República, Cavaco Silva.

Esta foi a forma que os jovens social-democratas encontraram para chamar a atenção da cidade para o facto do parque, “essa obra estratégica e vital para o desenvolvimento do concelho do Cartaxo segundo Paulo Caldas, Paulo Varanda e Pedro Ribeiro”, continuar encerrado, e sem solução de curto prazo à vista.

O equipamento, integrado no projecto do Parque Central do Cartaxo – que custou cerca de 4,5 milhões de euros, financiado a 85% por fundos comunitários – está concluído, mas o empreiteiro ainda não entregou a obra porque a Câmara não tem dinheiro para suportar a sua comparticipação.

O actual presidente da Câmara, Paulo Varanda, informou na reunião da autarquia de 29 de Março que a empresa municipal Rumo 2020 tentou contrair um empréstimo de 690 mil euros junto do Banco Europeu de Investimentos para ultrapassar esta questão, mas o crédito foi-lhe negado.

A solução, segundo o autarca, passará agora por negociar directamente com o empreiteiro uma dilatação do prazo de pagamento.

“200 dias de mentiras sobre o parque de estacionamento subterrâneo e 2.374 dias de falta de respeito pela população”, escreveu ainda a JSD num cartaz colocado junto às velas, onde defende que “é urgente devolver a esperança ao concelho”.


A Plataforma Nacional Contra a Extinção de Freguesias (PNCEF) vai lançar uma petição nacional contra a reforma administrativa do território que o governo está a tentar implementar e promete exortar as populações na defesa das suas freguesias.

A decisão foi tomada na segunda-feira, 23 de Abril, durante uma reunião da PNCEF – da qual faz parte o movimento unitário “No Ribatejo, Freguesias Sim” – que decorreu na Junta de Freguesia de Asseiceira, no concelho de Rio Maior, e que juntou representantes de vários movimentos de norte a sul do país.

A luta vai continuar porque o governo “não ouviu os autarcas, o povo e o movimento associativo”, segundo se lê na resolução aprovada na reunião, onde a PNCEF informa ainda que vai solicitar com carácter de urgência ao Presidente da República, aos grupos parlamentares com assento na Assembleia da República, à Associação Nacional dos Municípios Portugueses (ANMP) e à Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE).

“Mesmo depois da manifestação nacional em defesa das freguesias não houve pronúncia do governo, ignorando o povo, a sua identidade e a sua cultura”, acusa a plataforma, que promete também “estimular o desenvolvimento de movimentos locais contra a extinção de freguesias”. Segundo os mesmos, a surdez da tutela “ameaça a paz social e pode inclusivamente conduzir a levantamentos populares e a estados de sítio”.

Esta reforma administrativa, plasmada na lei nº 44/XII, “não assenta em estudos e pareceres e não vai melhorar em nada a representatividade das populações, a participação cidadã ou os serviços de proximidade prestados pelas autarquias”, defende a PNCEF na resolução aprovada, onde alerta “para a desagregação social face ao diferente tratamento dado às populações e aos territórios, afastando o que é próximo extinguindo o que é essencial ao desenvolvimento do país”.

A população da freguesia da Póvoa da Isenta, no concelho de Santarém, tem desde o dia 19 de abril um novo espaço polidesportivo, com relvado sintético, que vai possibilitar, sobretudo aos mais jovens, a prática desportiva em melhores condições. A obra, feita por ajuste direto, custou cerca de 65 mil euros.

Mas esta não foi a única obra recente na localidade. No mesmo dia foram também inauguradas as obras de remodelação e alteração da sede da junta de freguesia e de requalificação do posto médico. Também realizadas por ajuste direto, as obras custaram cerca de 105 mil euros.

Mais artigos...

PUB

PUB

PUB

PUB

ctx covid 19

PUB

Quem está Online?

Temos 726 visitantes e 0 membros em linha