PUB

chamusca ilha

PUB

reino natal

A Câmara Municipal da Golegã vai fechar ao trânsito a maioria das estradas e caminhos agrícolas municipais a partir de segunda-feira, 13 de Fevereiro, com o objectivo de prevenir roubos e evitar casos de vandalismo que se têm registado em várias propriedades agrícolas do concelho. As vias vão estar encerradas entre as 19 e as 7 horas da manhã, segundo o edital já publicado pela autarquia. 

De acordo com este documento, há excepções para os proprietários, agricultores e respectivos fornecedores de quem trabalha a terra, para as forças de segurança, EDP, funcionários do ICBN adstritos à Reserva Natural do Paul do Boquilobo, empresários ligados à extracção de inertes, caçadores e pescadores registados nas associações concelhias e residentes, desde que apresentem uma justificação plausível.

Contudo, a autorização de circulação terá que estar identificada através de um dístico, que deve ser requerido junto da Agrotejo.

O cobre dos pivots de rega é o principal alvo dos amigos do alheio, mas têm-se verificado outros furtos e a destruição de equipamentos agrícolas, nos últimos meses. No total, são 50 quilómetros de caminhos vicinais interditos ao trânsito, uma medida que, apesar de insólita, está dentro da legalidade, uma vez que as vias são da responsabilidade directa da Câmara da Golegã.

A cerca de duas semanas do dia de Carnaval, que se celebra oficialmente a 21 de Fevereiro, são já quatro as autarquias do distrito que decidiram conceder tolerância de ponto aos seus funcionários, contrariando assim a polémica decisão do governo de Pedro Passos Coelho.

Nos municípios de Benavente (CDU), Alpiarça (CDU), Almeirim (PS) e Torres Novas (PS), os serviços camarários vão estar encerrados na terça-feira de entrudo, ao passo que outras quatro Câmaras, Santarém (PSD), Ferreira do Zêzere (PSD), Abrantes (PS) e Golegã (PS), deliberaram no sentido inverso. Ou seja, será um dia normal de trabalho para todos os colaboradores.

As restantes 13 autarquias do Ribatejo ainda não tomaram uma posição sobre este assunto, o que deverá acontecer nos próximos dias, segundo foi possível apurar pelos contactos estabelecidos pela Rede Regional.

“Vamos dar o dia porque andamos há bastante tempo a preparar o corso carnavalesco, com a ajuda e o empenho da população, e porque é uma tradição que não nos vão tirar”, disse à Rede Regional Mário Pereira, presidente da Câmara de Alpiarça, para quem “já chega de medidas de austeridade que não nos levam a lado nenhum, e nem tão pouco vão aumentar a produtividade”. “Estas medidas servem apenas para sobrecarregar os trabalhadores, obrigando-os a pagar pelos erros que outros cometeram”, acrescentou o autarca, lembrando que ainda há poucos dias o governo anunciou a supressão de quatro feriados anuais. E, no caso de Alpiarça, o Carnaval é uma festa que traz visitantes à vila e cria alguma riqueza ao comércio e restauração locais, lembra Mário Pereira.

Tendo em conta as tradições no concelho, a Câmara de Benavente também já tornou público que estará encerrada na terça-feira gorda. Recorde-se que é em Samora Correia que sai à rua o maior corso carnavalesco do distrito, que este ano terá 15 carros alegóricos nas ruas, acompanhados pela escola de samba Carioca de Ovar e centenas de figurantes. Os desfiles realizam-se nos dias 19 e 21 de Fevereiro, 

Promover os produtos tradicionais do concelho e aprofundar as relações com a fábrica da Mitsubishi são os objectivos da visita de trabalho de uma delegação da Câmara Municipal de Abrantes ao Japão. A presidente Maria do Céu Albuquerque vai estar no país nipónico entre 9 e 16 de Fevereiro, durante as comemorações do 70º aniversário do município de Hitoyoshi, que está geminado com Abrantes.

Durante a cerimónia oficial, “será realizada uma acção de divulgação dos produtos locais, a que seguirá um conjunto de reuniões com empresários locais de forma a aproveitar a oportunidade para realizar contactos que possam potenciar no futuro o estabelecimento de um ponto de venda dos produtos de Abrantes nesta cidade japonesa”, explica uma nota de imprensa da autarquia.

A autarca leva na comitiva uma delegação da Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior (TAGUS), “que tem trabalhado em estreita articulação com a Câmara” na promoção dos produtos da região, acrescenta o mesmo documento.

Maria do Céu Albuquerque vai aproveitar a passagem por Tóquio para reunir com o embaixador de Portugal no Japão, “procurando angariar apoio institucional para o estabelecimento de um ponto de venda dos produtos regionais, nomeadamente através do Centro Cultural que existe nesta cidade”. No dia 14 de Fevereiro, a autarca visita a casa mãe da fábrica da Mitsubishi, em Kawasaki, “procurando fortalecer as relações com esta empresa, cuja fábrica no Tramagal constitui um factor estruturante do desenvolvimento económico do concelho abrantino”, lê-se na mesma nota.

Mais artigos...

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

politeama rainhadaneve

PUB

Quem está Online?

Temos 638 visitantes e 0 membros em linha