PUB

chamusca natal

PUB

cimt slideshow

PUB

reino natal

PUB

elgalego 2019

O grupo parlamentar do PSD apresentou um projecto de resolução na Assembleia da República que visa relançar a produção de beterraba sacarina em Portugal, documento que, a ser aprovado e implementado, permitiria que as instalações fabris da DAI, em Coruche, voltassem a laborar com esta matéria-prima. Recorde-se que, com a reforma do açúcar em 2006 negociada em Bruxelas com os restantes parceiros europeus, Portugal renunciou à sua quota de produção de isoglicose, o que teve efeitos directos na fábrica de Coruche. A unidade passou a processar açúcar apenas proveniente da rama da cana e reduziu drasticamente a sua capacidade produtiva.

A medida, implementada durante o anterior governo PS, levou os agricultores portugueses a praticamente abandonar o cultivo da beterraba sacarina, uma tendência que os deputados social-democratas, entre os quais aqueles que foram eleitos pelo círculo de Santarém, acreditam poder inverter. A “crescente tendência de subida do preço das «commodities», como é o caso do açúcar, e necessidade de diversificar a produção agrícola em regadio, fazem da cultura da beterraba sacarina um interessante produto a explorar pelos agricultores portugueses, desde que as instalações fabris de Coruche possam voltar a laborar também a matéria-prima em causa”, assinala o grupo parlamentar do PSD, que pretende incentivar “o governo a tomar as diligências necessárias, em termos nacionais e comunitários, para dotar a fábrica de Coruche dos meios necessários para voltar a laborar beterraba sacarina”.

Os signatários querem ainda que, no futuro, a DAI mantenha “um sistema com capacidade de processamento simultâneo de beterraba e das ramas, matérias-primas que originam o açúcar, o que aliás sucede em Espanha e em Itália”.

Os deputados do PSD salientam ainda que o “cultivo de beterraba sacarina em Portugal é um caso de sucesso em termos agronómicos e tecnológicos, cujo desempenho entre de 1996 e 2006 apresentaram, não só níveis de produtividade bem acima da média europeia, como elevada qualidade, medida em termos de percentagem de açúcar extraído”, notando ainda que, durante o período em que houve produção nacional de beterraba, as importações desceram drasticamente. Segundo o texto do projecto de resolução, esta recomendação surge num contexto em que se devem reduzir drasticamente as importações e apostar a sério na cultura de regadio, a nível agrícola.

 



PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

anuncio2020

PUB

cmcartaxo natal

PUB

PUB

politeama rainhadaneve

Quem está Online?

Temos 373 visitantes e 0 membros em linha