PUB

chamusca covid continua

PUB

banner cms juntos

Segundo o relatório de gestão e prestação de contas de 2019, o primeiro fora das restrições legais impostas pelo PAEL, a Câmara Municipal de Santarém reduziu a sua dívida em cerca de 54 milhões de euros desde 2011.

Slide thumbnail

Além desta redução de 53,6% em oito anos, segundo o documento, que foi aprovado na reunião do executivo desta quarta-feira, 17 de junho, a dívida municipal decresceu em mais de quatro milhões de euros relativamente ao ano de 2018.
No que se refere à taxa de execução de 2019, a receita total cobrada no final de 2019 apresenta uma taxa de execução de 85,7%, ao passo que a despesa tem uma execução orçamental de 80,4%, segundo os números apresentados pela autarquia.
O município “fechou 2019 com a sua dívida a rondar os 46,3 milhões de euros, apresentando maior capacidade para solver os seus compromissos com os todos os fornecedores e consolidando condições para poder concretizar os investimentos estruturantes que o concelho necessita, apoiados pelo quadro comunitário”, explica uma nota de imprensa da Câmara, dando como exemplos a consolidação das encostas, os investimentos nas escolas e no espaço público, a conservação de estradas, o mercado municipal, e a reabilitação do centro histórico, entre outros.
O município salienta ainda que, no âmbito dos compromissos assumidos, iniciou “uma tendência de descida dos impostos municipais de forma sustentada, com a redução do IMI e da Derrama e com a criação do IMI Familiar, facto que implicou uma quebra de receita na ordem dos 600 mil euros em benefício das famílias do concelho”.
Ainda assim, o valor do investimento apresentou um crescimento de 23%, face a 2018, conclui a Câmara de Santarém.

 



banner fiqueemcasa

 

PUB

PUB

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

PUB

promo almeirim

Quem está Online?

Temos 507 visitantes e 0 membros em linha