PUB

chamusca covid continua

PUB

santarem embreve

O PCP questionou esta semana o Governo sobre a decisão de encerrar o serviço de urgência básica dos hospitais de Tomar e de Torres Novas durante a noite, a partir deste domingo.

Slide thumbnail

Os deputados comunistas, entre eles António Filipe, eleito por Santarém, consideram que na prática, a decisão de encerrar estes serviços entre as 24h00 e as 08h00 vai acontecer a partir das 21h00, hora estabelecida para a admissão de doentes e a partir da qual os doentes têm que se deslocar ao hospital de Abrantes, pertencentes também ao Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT).

“Tendo a área de intervenção dos três hospitais que integram o Centro Hospitalar do Médio Tejo uma população na ordem dos 247.000 habitantes e uma dispersão geográfica acentuada, a que se associa o facto de ser expectável uma maior afluência de casos de covid-19 a partir dos próximos dias, ao hospital de Abrantes, parece evidente que a resposta do serviço de urgência deste hospital será insuficiente, pondo em causa os cuidados de saúde a prestar”, pode ler-se na pergunta do PCP.

Os deputados reconhecem que a pandemia da covid-19 obriga a medidas de reorganização dos serviços de saúde, mas dizem que tudo deve ser feito para preservação das capacidades de resposta diversificada, e não numa linha de mero encerramento de valências e unidades.

Recorde-se que o CHMT anunciou na quinta-feira, dia 2, que vai alterar horários e reforçar, a partir de domingo, as equipas de profissionais de saúde na unidade hospitalar de Abrantes, onde centraliza o combate ao novo coronavírus, antevendo uma maior afluência a esta unidade de saúde.



banner fiqueemcasa

 

PUB

PUB

PUB

  • jorge_malacas.jpg

PUB

rede regional banner contactos essenciais

PUB

promo almeirim

Quem está Online?

Temos 706 visitantes e 0 membros em linha