PUB

chamusca variacoes

PUB

carnaval santarem

Os votos contra do PS, Chega e Iniciativa Liberal, e a abstenção do PSD e CDS, inviabilizaram a aprovação, esta terça-feira, 4 de fevereiro, a proposta do Bloco de Esquerda que defendia a construção de uma nova travessia sobre o Rio Tejo, entre a Chamusca e a Golegã.

Slide thumbnail

Além do BE, a proposta contou apenas com os votos favoráveis do PCP e PAN, com a deputada bloquista eleita por Santarém, Fabíola Cardoso, a defender que ao recusarem a sua proposta, "PS e PSD mostram a sua falta de coragem política".

A deputada recorda que esta velha reivindicação foi apresentada pelo Bloco de Esquerda à Assembleia da República durante a última legislatura, a 26 de Abril de 2018, através da Resolução nº 142/2018, que recomendava ao governo a construção desta ponte, e que, na altura, foi aprovada por unanimidade.

"Votam a favor de uma recomendação mas votam contra quando se trata de a colocar em aplicação transformando-a em Lei", critica Fabíola Cardoso.

A proposta do BE agora chumbada defendia que o Governo iniciasse em 2020 "as ações necessárias para assegurar a construção de uma nova travessia do rio Tejo entre Chamusca e a Golegã, (...) solução há muito reclamada pelas populações e pelas autarquias locais, cuja concretização se torna todos os dias mais premente".



PUB

PUB

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

barquinha savel lampreia 2020

PUB

Quem está Online?

Temos 652 visitantes e 0 membros em linha