O aumento mínimo de todas as Pensões em 10 euros a partir de janeiro de 2020 e o reforço de verbas para a melhoria do Serviço Nacional de Saúde (SNS) foram algumas das exigências feitas na Tribuna Pública que decorreu esta quarta-feira, 15 de janeiro, junto à Loja do Cidadão em Santarém.

Slide thumbnail

Organizada pelo Movimento Unitário de Reformados, Pensionistas e Idosos (MURPI) e pela Inter-Reformados/CGTP-IN, esta iniciativa reuniu mais de 50 participantes, em defesa dos direitos dos reformados, pensionistas e idosos, e em protesto contra o Orçamento de Estado (OE) para este ano.
Nesta tribuna, que foi uma das que se realizaram em 12 cidades do país, os reformados exigiram ainda a abolição das taxas moderadoras nos serviços de saúde, o direito a envelhecer em habitação condigna, e a redução da taxa do IVA no gás e eletricidade para 6%.