Francisco Dinis, de 29 anos, natural de Torres Novas, foi reeleito este sábado, 21 de dezembro, em alpiarça, como presidente da Federação Distrital de Santarém da Juventude Socialista (JS) para o biénio 2019/2021.

Slide thumbnail

Licenciado em Direito pela Universidade Nova de Lisboa, Francisco Dinis, apresentou-se a sufrágio sob o mote "(Re)Afirmar à Esquerda" e, num discurso marcado pela proximidade, virado essencialmente para o incentivo à participação dos mais jovens, defendeu que nunca se deve aceitar que alguém, seja qual for a circunstância, impeça de fazer ou dizer algo.

"Responsáveis, coerentes, leais a vós próprios, aos camaradas e à estrutura de todos nós, arrisquem!”, afirmou.

“Não podemos esperar por mais um ano, dois anos, 5 ou 10 anos. É agora! Temos objetivos e é o momento para os alcançar. Apostar na representação dos jovens da JS é garantia da aproximação à juventude com o selo de estimulante intervenção, capacidade, inovação e alguma experiência", disse Francisco Dinis, salientando ainda a importância de temas como a saúde, emprego, habitação, ensino superior, o investimento no interior e ambiente, bem como os bons resultados alcançados até ao momento em alguns deles.

A sessão de encerramento contou ainda com as intervenções do presidente da distrital do PS, António Gameiro, da ministra Maria do Céu Albuquerque, da deputada e representante das mulheres socialistas, Mara Lagriminha, e do representante nacional da JS, Pedro Almeida.

No Congresso realizaram-se também eleições para outros órgãos da JS de Santarém. Eduardo Oliveira continuará na mesa da comissão política. Já o chamusquense Miguel Romão é o novo presidente da comissão de jurisdição.