PUB

chamusca ja te dou o arroz

PUB

insantarem

A Junta de Freguesia de Alcanhões, no concelho de Santarém, solicitou uma reunião com o Ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, para discutir a construção da prometida Variante à Linha do Norte na Estrada Nacional 365, em Assacaias.

Slide thumbnail

“30 anos não são 30 dias, exigimos respeito pelas pessoas e pelas freguesias!”, escreve o executivo da Junta numa carta aberta que é dirigida não só ao representante do governo, mas também ao presidente da Infraestruturas de Portugal, António Laranjo, e ao presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves.
Em causa estão não só os sucessivos adiamentos da construção da variante, mas também a falta de respostas da Infraestruturas de Portugal a todas as solicitações de reuniões por parte da Junta de Freguesia, que se sente desrespeitada com esta atitude por parte da empresa pública que tem a seu cargo as estradas nacionais e a linha ferroviária.

O longo historial do “deixa andar” e “chuta para canto”
A primeira reunião foi solicitada a 19 de fevereiro de 2018, sem sequer obter qualquer resposta, o que levou a Junta de Freguesia a solicitar esclarecimentos novamente a 21 de junho do ano passado.
A resposta da empresa presidida por António Laranjo chegou apenas a 3 de abril de 2019 – quase nove meses depois – e apenas a prometer uma reunião “dentro de mais algumas semanas, pois o projeto de execução se encontraria ainda em desenvolvimento de especialidades”.
Quase findo o mês de agosto, a Junta continua sem ter recebido “qualquer comunicação oficial sobre o assunto”, segundo se lê na carta aberta, o que leva o atual executivo a “lamentar o tratamento que os sucessivos governos, Infraestruturas de Portugal e executivos municipais têm dado a esta questão”.

Junta admite avançar para outras formas de protesto
santarem passagem nivel assacaias en365 02Ao ministro Pedro Nuno Santos, a Junta mostra uma postura colaborante para que se possa “encontrar uma solução célere e efetiva”, mas explica que, caso a reunião não seja marcada até final do mês de Setembro, “assumirá outras formas de sensibilização para que esta questão não seja esquecida e que o futuro possa ser escrito de outra forma, com respeito pelas pessoas e pelas freguesias”.
“Este é um assunto que se arrasta há mais de 30 anos e a Freguesia de Alcanhões não abdicará da variante à Linha do Norte – Assacaias”, lê-se ainda na carta, onde a Junta de Freguesia recorda que “todos os anteriores executivos fizeram desta questão uma prioridade, no sentido de pressionar a resolução de um problema que afeta diariamente centenas de condutores na sua vida privada, no trajeto para o trabalho e nas demais atividades agrícolas, comerciais e empresariais”.



banner comer em casa

 

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

salvaterra jornadas cultura

PUB

Quem está Online?

Temos 1114 visitantes e 0 membros em linha