PUB

chamusca arripiado

PUB

insantarem

A Comissão de Direitos do Bloco de Esquerda confirmou a “legalidade estatutária da aprovação pela Mesa Nacional de Fabíola Cardoso como cabeça de lista às legislativas pelo distrito de Santarém”.

Slide thumbnail

"Compete à Mesa Nacional, sob proposta das assembleias distritais e regionais, decidir sobre a primeira candidata ou candidato das listas à A.R. e às A.L.R., no caso de círculos com até três deputadas ou deputados, e sobre o primeiro quinto de candidatas e candidatos nos restantes círculos", adianta a Coordenadora de Santarém do BE, citando um extrato da decisão da Comissão de Direitos.
Fabíola Cardoso já esteve numa primeira ação de campanha este domingo, 28 de julho, no mercado semanal de Santarém, onde distribuiu à população a última edição do jornal do BE, dedicado às alterações climáticas.
Porém, a questão da escolha do candidato número um por Santarém continua a provocar divisões no partido.
No sábado, 27 de julho, a Assembleia Concelhia de Aderentes do Bloco de Esquerda do Entroncamento emitiu um comunicado onde manifesta veemente repúdio e protesto pela decisão anti estatutária e antidemocrática da Mesa Nacional”, ao rejeitar a candidatura de Carlos Matias, “aprovada com larga maioria pela Assembleia Distrital realizada no dia 29 de Junho de 2019”.
Esta estrutura manifesta ainda a Carlos Matias “a solidariedade política e institucional que é devida às pessoas e instituições democraticamente eleitas e com trabalho político desenvolvido de forma íntegra e competente ao longo do seu mandato”, e acrescenta que os partidos políticos “só terão legitimidade para se apresentar a sufrágio se assumirem por inteiro, interna e externamente, o escrupuloso cumprimento das regras democráticas e da vontade dos seus militantes e simpatizantes”.



opticenter rodape2

 

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

Quem está Online?

Temos 568 visitantes e 0 membros em linha