PUB

chamusca covid continua

PUB

banner cms juntos

A reunião realizada esta quarta-feira, 24 de julho, entre a distrital do PSD de Santarém e a direção nacional do partido terminou com gritos e acusações entre Ricardo Gonçalves, presidente da concelhia de Santarém, e Nuno Morais Sarmento, vice-presidente do partido.

Slide thumbnail

Segundo a Rede Regional conseguiu apurar, o foco da discórdia foi a inclusão do nome do atual deputado Duarte Marques no terceiro lugar da lista a apresentar às eleições de 6 de outubro, contrariando as indicações da distrital, presidida por João Moura.

O problema maior é que a entrada de Duarte Marques para terceiro implicava que Ramiro Matos, indicado pela concelhia de Santarém e confirmado pela distrital como nº3 da lista, baixasse para número 5 (o quarto terá de ser uma mulher), situação que foi prontamente recusada por Ricardo Gonçalves.

O também presidente da autarquia scalabitana foi mais longe e sugeriu que a escolha de Duarte Marques só se justificava por ter padrinhos na direção do partido, uma referência direta a Morais Sarmento, a quem Duarte Marques atribuiu recentemente a sua ascensão política.

A troca de palavras entre Morais Sarmento e Ricardo Gonçalves azedou quando o vice-presidente do partido mandou o autarca de Santarém gastar as suas energias com a limpeza dos terrenos do seu concelho por causa dos incêndios, ao que Gonçalves respondeu aconselhando Morais Sarmento a limpar os terrenos que a família tem na zona das Ómnias, junto à zona que ardeu recentemente.

A situação só acalmou com a intervenção de outros presentes, nomeadamente João Moura e o secretário-geral do partido, José Silvano, que apelaram à calma, tendo a reunião acabado pouco depois.

Os intervenientes não querem falar do assunto, remetendo mais declarações para a reunião da comissão política nacional de dia 30 e o conselho nacional, onde os nomes das listas serão votados de braço no ar.

DIVERGÊNCIA INSANÁVEL?
Apesar do silêncio generalizado, a Rede Regional sabe que dificilmente será possível chegar a um acordo entre as partes nesta questão.

Por indicação do presidente do partido, Rui Rio, Isaura Morais, atual presidente da Câmara de Rio Maior, será a cabeça de lista do PSD por Santarém, uma decisão consensual para a distrital, presidida por João Moura, que será o número 2.

Ramiro Matos foi escolhido no distrito para ser o número 3 e várias fontes da concelhia de Santarém garantem que não aceitarão outra decisão que não esta, até porque a distrital aprovou que a lista a apresentar às legislativas de outubro não incluiria nenhum dos atuais deputados.
"Foi a direção nacional que estabeleceu que o líder do partido escolhia a cabeça de lista e a distrital escolhia os restantes. Porque é que agora querem alterar as regras estabelecidas", referiu ao nosso jornal uma das fontes ouvidas.

Sem querer precisar, a mesma fonte diz mesmo que se a decisão de colocar Duarte Marques a número 3 for em frente, "haverá surpresas".

A composição final da lista será conhecida terça-feira, dia 30.



banner fiqueemcasa

 

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

PUB

promo almeirim1

Quem está Online?

Temos 522 visitantes e 0 membros em linha