PUB

chamusca ascensao

PUB

cms 150anos

PUB

O Cartaxo precisa de desenvolver e potenciar estratégias de investimento baseadas na proximidade a Lisboa para aproveitar o enorme fluxo de turistas que querem estar perto da capital mas não querem estar no meio da confusão.

Slide thumbnail

A necessidade foi identificada pelo presidente da Câmara do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, que aproveitou a inauguração esta terça-feira, 30 de abril, da Festa do Vinho do Cartaxo, para anunciar a abertura, provavelmente ainda este ano, de um hotel vínico de quatro estrelas em Vila Chã de Ourique, e para revelar que há mais 6 promotores interessados em desenvolver projetos ligados à hotelaria no concelho. “Falta-nos alojamento de qualidade”, referiu.
Antes, já o presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, António Ceia da Silva havia alinhado no mesmo sentido. Após anunciar os números referentes aos dois primeiros meses do ano que colocam o Alentejo e o Ribatejo a crescer acima dos 20% quer em dormidas quer em receitas, o responsável afirmou que é tempo de acabar com o mito de que estar próximo de Lisboa é limitativo para a região.
“Depois de estruturar o produto vêm os investidores”, disse Ceia da Silva anunciando várias apostas da entidade regional de turismo, caso do Guia Enoturístico, que já vai para a segunda edição.

CAMINHOS DE SANTIAGO VÃO TRAZER NOVO TIPO DE PEREGRINO
Ceia da Silva abordou também a questão dos cerca de 1300 quilómetros já sinalizados dos Caminhos de Santiago que, não duvida, vão trazer “um novo tipo de peregrino, que não fica a dormir nas misericórdias nem bombeiros” nos melhores hotéis da região.



PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Quem está Online?

Temos 332 visitantes e 0 membros em linha