PUB

chamuca pedro dyonysyo

PUB

urbanidade

PUB

sergio silva

Uma denúncia falsa no Facebook, visualizada, partilhada, repartilhada e comentada por milhares de pessoas, acusa o proprietário de uma carrinha branca, cuja matrícula está devidamente identificada na publicação, de tentar raptar uma menina junto à Escola D. João II, no Jardim de Baixo, em Santarém.

Em causa está a viatura de Sérgio Silva, um comercial de mercadorias da marca Peugeot que o empresário do ramo da eletricidade e canalização, de 44 anos, utiliza na sua atividade profissional e que até está identificado com publicidade da empresa.

No entanto, não só não houve qualquer rapto ou tentativa de rapto junto à referida escola, como Sérgio Silva está de baixa há cerca de um mês, pelo que a carrinha nem sequer tem circulado, mantendo-se estacionada junto à sua residência pelo menos desde 26 de dezembro.

Sérgio Silva contou à Rede Regional que nem é um grande utilizador das redes sociais mas que ficou completamente estarrecido quando na última sexta-feira, 25 de janeiro, se deparou com a publicação que o acusava, ou pelo menos à sua carrinha, de estar envolvida numa tentativa de rapto.

Pouco depois, e após falar com a PSP, que já estava a investigar o sucedido, Sérgio Silva apresentou queixa contra desconhecidos e garante que não vai deixar o assunto ficar por aqui, até porque, deste então, nunca mais usou a viatura com receio de eventuais represálias e até já perdeu trabalhos.

"Tenho medo de andar com a carrinha e passar por alguém que viu o «post» e que pensa que é verdade e que me pode tentar agredir", contou Sérgio Silva à Rede Regional.

É que, a piorar ainda mais a situação, o empresário mora a poucas centenas de metros da Escola D. João II e tem um dos seus três filhos no referido estabelecimento de ensino. "Já viu o que pode acontecer se alguém me confundir com o raptor quando for buscar ou levar o miúdo", questiona.

Sérgio Silva não sabe quem está por trás da publicação inicial mas está confiante de que as autoridades vão chegar ao responsável. No entanto não esconde que tem as suas suspeitas, que não quer revelar, mas garante que o assunto só vai terminar quando se fizer justiça.

PSP ALERTA PARA PARTILHAS NÃO CONFIRMADAS

Contactado pela Rede Regional, Jorge Soares, Subintendente responsável pelo Núcleo de Imprensa e Relações Públicas do Comando Distrital de Santarém da PSP, confirma a queixa apresentada por Sérgio Silva e a abertura da respetiva investigação, e lamenta que estes casos sejam cada vez mais frequentes.

O responsável salienta os perigos das partilhas de casos não confirmados e recomenda que as pessoas evitem ao máximo estas situações sempre que não tiverem certeza da origem ou veracidade do conteúdo.

sergio silva facebook



PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Quem está Online?

Temos 774 visitantes e 0 membros em linha