chamusca voulevartecomigocms banner carnaval

Politica

vanianetoPSDeuropeias

A Comissão Política Distrital do PSD de Santarém indicou Vânia Neto para a lista do partido às próximas eleições europeias de Maio de 2019, numa escolha que mereceu unanimidade por parte deste órgão.

Com 39 anos e licenciada em direito pela Universidade Nova de Lisboa, Vânia Andreia Lopes Neto é jurista especializada em Direito Administrativo e da Contratação Pública, e exerceu funções de consultoria jurídica nas Câmaras Municipais de Cascais e Santarém, onde foi também vereadora.

Exerce atualmente funções como “Western Europe Education Sr. Marketing Manager” na Microsoft Portugal, desde Outubro de 2011. Inicialmente, assumiu funções de gestora do “Programa Parceiros na Educação”, e, em Janeiro de 2014, foi promovida a diretora para a Educação, Cidadania e Responsabilidade Social da Microsoft Portugal (Education & Citizenship Lead), funções que desempenhou até Outubro de 2018, segundo a nota curricular disponibilizada pela distrital social-democrata.

“Pela elevada experiência profissional e política”, explica a distrital “consideramos que a indicação reforça a estratégia do PSD de integrar nas suas listas candidatos cujo critério de meritocracia está acima de qualquer outro critério”.

“A experiência global, conhecedora de diversas realidades mundiais, resultante das suas funções profissionais, serão um forte contributo para reforçar o papel reformista e interventivo que o PSD tem nas instâncias Europeias”, acrescenta o mesmo documento.

patriciafonsecaCDSPP

A deputada do CDS-PP Patrícia Fonseca dirigiu uma pergunta ao Ministro do Ambiente no sentido de saber que diligências estão a ser tomadas junto da EDP para agilizar o processo de ligação à rede da ETAR de Fungalvaz, no concelho de Torres Novas.

Tal como a Rede Regional tinha noticiado no passado dia 6 de fevereiro, esta infraestrutura, na freguesia de Assentis, está concluída desde novembro de 2018, mas ainda não entrou em funcionamento porque a EDP não efetuou a ligação à rede de energia elétrica.

“Esta situação, confirmada aliás pela Águas do Ribatejo, não afeta apenas a ETAR, cujo custo ascendeu a 700 mil euros, mas também tem consequências em todas as estações elevatórias que no âmbito desta empreitada foram construídas”, assinala a deputada centrista.

Patrícia Fonseca alerta ainda o ministro do Ambiente para o facto do atraso estar “a prolongar os episódios de poluição na ribeira da Beselga, um afluente do rio Nabão, uma vez que, até a ETAR entrar em funcionamento, os esgotos continuam a correr diretamente para uma vala daquela ribeira”.

abrantescamaradosjovens

O programa “Câmara dos Jovens”, um projeto que pretende envolver e valorizar a opinião dos jovens através de exercícios de participação cívica junto da governação local, vai ser implementado em Abrantes.

O anúncio foi feito na última reunião pública da autarquia, onde foi também decidida a autorização para elaborar o regulamento que será depois colocado à discussão pública.

“O programa possibilitará a participação de jovens estudantes dos estabelecimentos de ensino do concelho que poderão integrar uma das listas candidatas à «Câmara dos Jovens» e ser eleitos para cumprir o mandato de um ano”, segundo uma nota de imprensa da Câmara de Abrantes.

A “Câmara dos jovens”, que deverá estar operacional a partir do próximo ano letivo, teve origem numa ideia de João Gaio e Silva durante uma alocução na data comemorativa do 25 de Abril e, posteriormente apresentada e discutida no Conselho Municipal da Juventude de Abrantes.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves