PUB

chamusca ascensao

PUB

cms 150anos

PUB

A deputada do CDS-PP eleita pelo círculo de Santarém, Patrícia Fonseca, questionou esta semana o Ministro das Infraestruturas e da Habitação sobre quando será entregue o projeto da Variante à EN365 com que se comprometeu a Infraestruturas de Portugal (IP) e qual a data prevista para o início da intervenção.

Patrícia Fonseca lembra que a Câmara de Santarém assumiu com a IP a repartição de custos de uma futura variante e no âmbito desta parceria, anunciada já em 2016, ficou determinado que a IP seria responsável por entregar o projeto para a construção da variante entre a Senhora da Saúde e Assacaias.

“Contudo, e após vários ofícios enviados pela Autarquia à empresa pública, continua a não existir projeto. Mais grave ainda é a não existência de respostas por parte da IP”, refere uma nota de imprensa do partido.

Nas perguntas ao Governo, a deputada do CDS-PP aborda outros investimentos aguardados há muito, como sejam a beneficiação da EN362, entre Alcanede e Santarém, ou da EM361, entre Amiais de Cima e Alcanena, que têm um traçado extremamente sinuoso, com elevado número de curvas, que historicamente a população deseja eliminar. Patrícia quer saber se o Governo está disponível para rever o traçado dessas estradas de forma a corrigir as curvas que potenciem a sinistralidade e encurtem o percurso.

Numa última pergunta, a deputada do CDS-PP quer saber quando serão instalados os inclinómetros na EN114, fechada desde agosto de 2014 em consequência de uma derrocada, e se após a sua instalação ficarão reunidas as condições para a reabertura desta estrada ao trânsito.

 

NOTÍCIA RELACIONADA:

Santarém desespera pelo projeto da variante à Estrada Nacional 365



PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Quem está Online?

Temos 799 visitantes e 0 membros em linha