chamusca voulevartecomigocms banner carnaval

Educação

paco negros escola

As obras na escola e no jardim de infância de Paço dos Negros, no concelho de Almeirim, continuam a decorrer e, segundo o presidente da autarquia, Pedro Ribeiro, “se tudo decorrer como previsto, no terceiro período estará pronta a receber os alunos”.

As obras têm um investimento de cerca de 441 mil euros e estão a ser feitas com recurso a fundos comunitários no valor de 85% da obra (cerca de 375 mil euros). Os restantes 15% (66 mil euros) serão pagos pela autarquia.

Durante as obras, os cerca de 70 alunos do jardim de infância e escola primária de Paço dos Negros estão a ter aulas na escola de Marianos, que se encontrava desativada.

salvaterrahoraconto

Ao longo dos meses de janeiro, fevereiro e março, o projeto “hora do conto” espera levar à biblioteca municipal de Salvaterra de Magos cerca de 1.200 crianças dos jardins de infância dos agrupamentos de escolas Marinhais e Salvaterra, e utentes da Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS’s) do concelho.

As histórias escolhidas, “O Monstro das Cores”, de Anna Llenas, e “A Águia e a Água”, de Mia Couto, integram o Plano Nacional de Leitura, e “pretendem fazer despertar diferentes emoções nas crianças”, explica uma nota de imprensa da Câmara de Salvaterra.

Na edição deste ano, o projeto “inclui atividades complementares para estimulação das competências socio-emocionais dos mais novos, desenvolvidas pela Equipa Multidisciplinar de Intervenção Comunitária (EMIC) do município, no âmbito dos objetivos do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar da Lezíria do Tejo.

Os participantes têm ainda oportunidade de conhecer o espaço e as valências da biblioteca, bem como realizar uma visita guiada à exposição que se encontra patente no átrio principal.

santaremreuniaoeducadores

A Associação de Profissionais de Educação de Infância escolheu a Casa do Brasil em Santarém para realizar o seu segundo encontro regional, que decorreu este sábado, 2 de fevereiro, sempre bastante participado ao longo de todo o dia.

Durante o encontro, Ricardo Falcão, mediador cultural da Santarém Cultura, apresentou o “eSCALa, Projeto Educativo, Mediação de Públicos e Envolvimento de Comunidade permanentes”.

Esta iniciativa tem por objetivo “sensibilizar e formar novos públicos, desenvolvendo o seu sentido crítico, estético e criativo e promover o encontro entre as artes e os diversos públicos e comunidades, propondo contextos participativos na atualidade artística”, explica uma nota de imprensa da Câmara de Santarém.

Este painel de debate contou com a participação de Rosa Montez, responsável pelo jardim-de-infância do Choupal, em Santarém, uma das unidades do pré-escolar que tem participado ativamente nos projetos educativos do município.

O último painel foi subordinado ao tema “Mediação de Públicos, o Projeto Educativo", e a apresentação de Inês Barroso, a vereadora da cultura e da educação, que referiu a aposta que a Câmara está a fazer na atração dos “mestres” dos diversos setores culturais, como o teatro, a música ou as artes plásticas.

Inês Barroso lembrou as limitações que a Câmara tem para trazer grandes espetáculos, visto que temos apenas o Teatro Sá da Bandeira, com 196 lugares, ou o Convento de São Francisco, com cerca de 400 lugares, que não permitem espetáculos para públicos de maior dimensão.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves