chamusca voulevartecomigocms banner carnaval

Educação

alcanenaestudantesapoiossuperior

A Câmara Municipal de Alcanena deliberou atribuir um total de 84 mil euros em apoios extraordinários a estudantes do ensino superior, durante o ano letivo de 2018 / 2019, num total de 100 alunos provenientes de famílias mais carenciadas do concelho.

Os apoios serão divididos entre estudantes contemplados com o escalão A, de 150 euros, o escalão B, 100 euros, e o escalão C, de 60 euros, valores que também registaram um aumento em relação ao ano letivo anterior.

Segundo uma nota de imprensa da Câmara, foram recebidas 105 candidaturas, tendo sido contempladas 26 no escalão A, 54 no escalão B, e 20 no escalão C.

O número total de estudantes com apoios, que serão atribuídos durante oito meses, passou de 95 em 2017 / 2018 para 100 neste ano letivo, e o valor das bolsas aumentou 32 mil euros, passando para os 84 mil euros.

escola manique ebi

A Escola Básica Integrada de Manique do Intendente, no concelho de Azambuja, foi evacuada na manhã desta quarta-feira, 30 de janeiro, devido a um intenso cheiro a gás que levou os responsáveis do estabelecimento escolar a chamar os bombeiros.

Segundo foi possível apurar, o cheiro a gás foi sentido pouco antes das 10 da manhã, mas não foi detetada qualquer fuga de gás, tendo-se concluído que o odor era proveniente do exterior do estabelecimento de ensino.

Os cerca de 150 alunos e duas dezenas de professores e auxiliares já voltaram ao interior da escola.

Duas das crianças que sofrem de problemas asmáticos e ficaram com ansiedade foram transportadas ao hospital de Vila Franca de Xira e no local foram assistidos mais três estudantes.

As operações envolveram 11 operacionais, apoiados por 4 viaturas.

pontevel eb23

A Câmara do Cartaxo vai realizar um investimento superior a 90 mil euros para reparar o pavilhão gimnodesportivo da EB 2.3. de Pontével, que não tem qualquer tipo de manutenção há mais de 20 anos, criando assim melhores condições para a prática desportiva dos alunos.

O presidente da autarquia, Pedro Magalhães Ribeiro explica que o atual executivo encontrou o equipamento com “enormes problemas”, a maioria “por falta de manutenção”. O autarca acredita que as obras, cuja minuta de contrato já foi aprovada e o procedimento de contratação se encontra em fase final, farão com que o pavilhão tenha um papel essencial no novo Centro Escolar de Pontével, cujas obras também estão em execução.

Com um prazo de execução de 90 dias, as obras são essencialmente estruturais. A cobertura em fibrocimento dos balneários de apoio ao pavilhão será integralmente substituída. As caleiras, algerozes e tubos de queda que compõem o sistema de drenagem das águas pluviais, também serão substituídos, a laje de cobertura será isolada com a aplicação de novas telas asfálticas, será reparado o revestimento das paredes exteriores e tanto as paredes exteriores, como as interiores, serão integralmente pintadas,  para além de outras intervenções de menor dimensão.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves