chamusca-valaurbanidade

Categoria: Economia

nersantcimltestudo

A Nersant e a Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT) estão a disponibilizar um estudo onde surgem identificados os gaps de sustentabilidade e riscos económicos na região da Lezíria do Tejo.

As empresas da Lezíria do Tejo “competem e cooperam, de forma mais ou menos intensa, num mercado global que define os contornos competitivos que podem alavancar a sua sustentabilidade, nas múltiplas vertentes”, explica uma nota de imprensa da associação empresarial, que acrescenta que, “neste sentido, importa caraterizar o conjunto das forças e tendências externas que podem influenciar as estratégias competitivas das empresas da Lezíria do Tejo”.

O estudo foca-se “nos setores de atividade mais relevantes como o complexo agroflorestal, transportes e logística, metalomecânica e resíduos”, segundo a mesma nota, que acrescenta que o estudo “tem como objetivo contribuir para a modificação e qualificação das estratégias de intervenção das empresas e demais atores da região, incorporando a sustentabilidade e a cooperação para a sustentabilidade na sua gestão, ao compreenderem em concreto os riscos e falhas recorrentes suscetíveis de comprometer, a curto prazo, as estratégias atuais das empresas”.

O trabalho foi desenvolvido ao abrigo do “Lezíria + Sustentável”, promovido por estas duas entidades, com o financiamento do Alentejo 2020.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves