PUB

chamuca pedro dyonysyo

PUB

urbanidade

PUB

Economia

santaremrodoviariafachada

A administração da Rodoviária do Tejo emitiu um comunicado onde lamenta a falta de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes Rodoviários e Urbanos de Portugal (STRUP), que convocou mais uma greve para os próximos dias 4 e 5 de fevereiro.

O aumento dos vencimentos dos motoristas é uma das principais exigências do sindicato, mas a “atualização reivindicada para o salário base é superior a 10%, o que levaria a um acréscimo de custos incomportável para a empresa”, explica o comunicado.

“A empresa tem consciência da importância que a função motorista tem para a sua atividade e da necessidade de continuar a contribuir para a sua dignificação, não podendo, no entanto, colocar em causa a sua sustentabilidade económica”, sustenta a Rodoviária, que diz ter, nos últimos anos, “atualizado o salário base de forma superior à inflação, ou equivalente a esta”.

Nas negociações com os representantes dos sindicatos, a administração da Rodoviária propôs um aumento de 4,63% com efeitos a 1 de julho deste ano, sem que se tenha chegado a acordo.

Ainda segundo o mesmo comunicado, “esta revisão traduz-se num impacto significativo, não só pelo efeito direto que tem no salário base, mas também devido à repercussão que tem nas rúbricas que lhe estão indexadas, nomeadamente horas extra, folgas, agente único e tempo de disponibilidade”, e adianta ainda que “atualmente, em média (14 meses) estes motoristas auferem já uma remuneração bruta mensal superior a 1380 euros”.

Se não for alcançado um acordo aplicável a todo o sector, “a empresa aplicará o que vier a ser acordado, no momento habitual de revisão”, que será em março, explica a Rodoviária.

Tal como nas paralisações anteriores, realizadas no final de novembro de 2018 e no início de janeiro deste ano, a greve vai afetar o funcionamento normal não só da Rodoviária do Tejo, mas também da Rodoviária do Oeste e da Rodoviária do Lis.

Além dos aumentos salariais, os trabalhadores reclamam também a unificação das regras de trabalho nas três empresas



PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Quem está Online?

Temos 855 visitantes e 0 membros em linha