chamusca-celia-barrocaurbanidade

As associações e clubes desportivos do concelho do concelho de Santarém vão receber este ano, no total, cerca de 430 mil euros da autarquia, verba dividida pelo apoio à organização de eventos desportivos (80 mil euros) e formação desportiva (350 mil euros).

No caso do apoio a eventos desportivos, e no o âmbito do Regulamento de Apoio e Financiamento do Associativismo Desportivo (RAFAD), os clubes têm até 18 de março para apresentar as candidaturas, sendo que estas serão apreciadas até 15 de abril, data em que a autarquia deverá fazer a apresentação da proposta de atribuição de apoio financeiro.

Na ponderação que irá ser feita, a autarquia terá em conta fatores como o número de dias e o âmbito geográfico do evento, o número de atletas, a logística envolvida e as instalações desportivas a utilizar, entre outros, incluindo os meios de comunicação e divulgação com impacto para a promoção do concelho.

Os candidatos devem ainda observar 3 das seguintes condições: participação de clubes ou praticantes do concelho, benefícios promocionais e económicos para o concelho, interesse para a formação desportiva e para o desenvolvimento desportivo do concelho e que demonstrem ser detentores de qualidade com vista à continuidade da sua realização.

APOIO À ATIVIDADE DESPORTIVA AUMENTA 50 MIL EUROS

Quanto ao Programa de Apoio à Formação Desportiva (PAFAD), as candidaturas, no valor total de 350 mil euros (mais 50 mil que em 2018) terão de ser apresentadas até 30 de março. Após reunir individualmente com cada clube, a autarquia pronunciar-se-á até 30 de abril sobre o montante a atribuir a cada coletividade.

Os apoios serão pagos em duas tranches de 50%, a primeira até final de maio e a segunda até final de setembro.

Os montantes que cada clube irá receber terão em conta o número e a formação dos treinadores, o número e género dos atletas (este ano haverá uma majoração ao desporto feminino), o número e tipo de competições oficiais, os resultados dos atletas e eventual participação dos mesmos em competições nacionais e/ou internacionais, entre outros critérios.

A vereadora com o pelouro do Desporto na Câmara de Santarém, Inês Barroso, destacou o facto do RAFAD ter sido discutido e aprovado no Conselho Municipal de Desporto, onde vários conselheiros apresentaram propostas, tendo algumas sido aceites, entre elas o incremento da relação entre o desporto escolar e federado e o aumento dos apoios ao desporto feminino.

As propostas de apoio aos eventos e à atividade dos clubes foram aprovadas na reunião de câmara desta segunda-feira, 18 de fevereiro, com os 5 votos favoráveis do PSD e a abstenção do PS (4). O vereador socialista Rui Barreiro defendeu que não basta derramar dinheiro para apoiar os clubes, sendo necessária uma política desportiva que não esqueça as infraestruturas, nomeadamente pavilhões e campos de futebol.

Na resposta, o presidente da autarquia, Ricardo Gonçalves (PSD), mostrou-se surpreendido pelo sentido de voto do PS nesta matéria, referindo que não é por se estar a apoiar eventos e atividade que não se continuará a construir e melhorar infraestruturas, casos dos já prometidos pavilhões para Pernes e Alcanede.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves