chamusca-celia-barrocaurbanidade

Desporto

O presidente do Sport Lisboa e Benfica, Luís Filipe Vieira, confirmou esta quinta-feira, 22 de março, que a primeira das Casas do Benfica 2.0 será inaugurada ainda este ano, em Santarém.

"Merece também especial realce o muito meritório trabalho de ampliação e modernização que tem sido realizado pelas nossas Casas do Benfica, que ainda este ano lançará uma nova geração de Casas do Benfica 2.0, cuja primeira abertura será em Santarém", afirmou o dirigente durante a cerimónia comemorativa do 115.º aniversário do clube, que se realizou no Campo Pequeno, em Lisboa.

"Estas novas casas conciliam ainda mais a componente desportiva e social, reforçando muito a oferta de serviços e a integração junto das comunidades locais", reforçou Luís Filipe Vieira.

 

PROJETO APRESENTADO ESTA SEXTA AOS SÓCIOS DA CASA DO BENFICA

O projeto da Casa Benfica 2.0 de Santarém, a construir no Jardim da Liberdade, vai ser apresentado aos sócios da Casa do Benfica em Santarém esta sexta, 22 de março, pelas 21h30, em Assembleia Geral a realizar na sede da instituição, na rua Serpa Pinto.

A convocatória da Assembleia Geral têm ainda como pontos da ordem de trabalhos a aprovação da mudança de instalações da Casa do Benfica em Santarém para o Edifício das Cafetarias, no Jardim da Liberdade e a aprovação do modelo de dinamização e gestão da Casa do Benfica 2.0 em Santarém.

Tal como a Rede Regional avançou em primeira mão em junho do ano passado, a ideia dos encarnados é construir na cidade, mais concretamente na zona atualmente ocupada pelos espaços de restauração devolutos do Jardim da Liberdade, a primeira casa do Benfica 2.0.

O edifício permitirá que as crianças tenham um espaço onde possam usufruir de apoio às atividades letivas e desportivas, acompanhadas por profissionais qualificados, que funcionará das 9h00 às 24h00 juntamente com um espaço de restauração profissional e com os serviços do Benfica assegurados também por profissionais.

“Se a década de 80, com Fernando Martins, foi o primeiro momento alto da expansão das Casas, nestes últimos anos, ao crescimento do seu número, aliou-se o projeto de uniformização da sua imagem – que funcionou como uma verdadeira mola impulsionadora para conhecerem uma modernização e inovação únicas. Mas queremos ir mais longe. É esse o objetivo da nova geração de Casas do Benfica que se iniciará este ano com o lançamento da primeira Casa criada de raiz no âmbito do projeto das Casas do Benfica 2.0 – o futuro. Projeto que se concretizará em Santarém. Espaços mais completos, com grande oferta de serviços, oportunidades de lazer e prática desportiva virada, sobretudo, para fora, para as comunidades locais. Serão Casas do Benfica ao serviço da cidadania, da promoção do desporto e da inclusão”, revelou na altura Luís Filipe Vieira.

sanatrem cup 2019

O ex-futebolista internacional português Rui Costa, atual administrador do Sport Lisboa e Benfica, foi a grande atração da apresentação da sétima edição do Santarém Cup, o maior torneio de futebol jovem da região, que este ano vai juntar 56 equipas e perto de 900 crianças entre os dias 17 a 20 de abril, em vários campos da cidade de Santarém.

Muito solicitado pelos mais pequeninos mas também pelos seus pais e familiares, para quem ainda hoje é um ídolo, Rui Costa não recusou autógrafos nem fotografias, muitas delas para partilhar nas redes sociais.

Perante a plateia que esta quarta-feira, 20 de março, encheu uma das laterais do piso superior do Centro Comercial W Shopping, Rui Costa lembrou os seus tempos de menino, na idade da maioria dos que daqui a cerca de um mês vão disputar o Santarém Cup, e a importância que a bola tinha para si.

"Se me dessem uma bola era a pessoa mais feliz do mundo", disse Rui Costa, afirmando mesmo que "não há nada mais feliz para um garoto que correr atrás de uma bola".

"Nós temos as nossas paixões clubistas mas a paixão de uma criança atrás da bola supera tudo e todos. É muito mais agradável muitas vezes ver estes miúdos a jogar do que os próprios profissionais", rematou.

60 EQUIPAS E 900 ATLETAS

A edição de 2019 do Santarém Cup, organizada como sempre pela Associação Académica de Santarém, vai reunir 60 equipas e 900 atletas, com idades compreendidas entre os 8 e os 13 anos.

Os jogos vão ser divididos pelos escalões de sub-10, sub-11 e Sub-13, em futebol 7, e pelo escalão de sub-8, em futebol 5, disputando-se em oito campos distribuídos pela Escola Superior Agrária, Chã das Padeiras e Ribeira de Santarém.

Entre os cerca de 30 clubes participantes, além dos já habituais Sport Lisboa e Benfica e Sporting Clube de Portugal, destaque para o Atlético de Madrid, de Espanha. Históricos como o Belenenses, o Oriental, o União de Leiria, ou o Farense, estão igualmente incluídos no contingente que vem de Norte a Sul do país.

Já entre os clubes do distrito, marcarão presença União de Santarém, Moçarriense, U. Almeirim, Footkart, Fazendense, Glória do Ribatejo, NS Rio Maior, Benfica da Golegã, Torres Novas, CADE, Assentiz e Ouriense.

Além de Rui Costa, os padrinhos desta edição de 2019 serão o treinador de futebol Rui Duarte, Jaime Simões, jogador da formação da Académica de Santarém e atualmente no Covilhã, o jornalista Nuno Matos e o músico scalabitano David Antunes, que também esteve na apresentação.

santaremVCSfemininasvitoria

As seniores femininas do Vitória Clube de Santarém (VCS) entraram da melhor forma na Taça Nacional de Futsal, ao vencer por 3-1 na difícil deslocação ao reduto da Casa do Benfica em Pombal, emblema vice-campeão da Associação de Futebol de Leiria.

Os golos foram marcados pela capitã Conxi, que bisou, e Pulga, garantindo os primeiros três pontos num grupo complicado, que contempla ainda o Arneiros, campeão da AF Lisboa.

A aventura do emblema scalabitano nas Taças Nacionais de Futsal da Federação Portuguesa de Futebol começou também para os iniciados e juvenis, que averbaram derrotas nos jogos inaugurais.

No sábado, em Óbidos, os juvenis perderam no terreno da UA Olho Marinho, por 6-3, num jogo em que o nervosismo acabou por trair uma boa entrada na quadra.

Miguel Neves, Pedro Santos e Diogo Soares apontaram os primeiros golos nacionais de um grupo que já mostrou ter valor para retificar o desaire nas próximas rondas.

No passado domingo, frente ao CCR Telheiro, campeão da AF Leiria, os iniciados do Vitória entraram a marcar no encontro, mas acabaram por não resistir à exibição mais inspirada do opositor, averbando uma derrota por 9-4.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves