chamusca voulevartecomigocms banner carnaval

Cultura

carta gastronomica

A “Carta Gastronómica da Lezíria do Tejo” foi o vencedor nacional na categoria “Countries - Regions - Local” e é agora candidata ao título “The Best in the World”, promovido pelos Gourmand World Cookbook Awards.

A carta gastronómica entra assim em competição com as obras vencedoras noutros países, cujo vencedor será conhecido entre os dias 21 e 22 de março, numa cerimónia a ter lugar em Paris.

A “Carta Gastronómica da Lezíria do Tejo”, lançada em finais de 2018, contém cerca de 600 receitas tradicionais e resulta de uma vasta pesquisa e de mais de uma centena de entrevistas, realizadas pela Confraria Gastronómica do Ribatejo ao longo de cerca de dois anos, no âmbito do projeto de valorização, salvaguarda e promoção da gastronomia e dos produtos ribatejanos.

santaremculturaguerrilhaurbana

Ricardo Correia e Rita Grade vão apresentar ao público scalabitano “Guerrilha Urbana”, o trabalho elaborado em formação pelos alunos das turmas de teatro da escola Alexandre Herculano e Secundária Dr. Ginestal Machado, nos próximos dias 16 e 23 de fevereiro.

No sábado, 16, às 10h30, o grupo vai partir da porta de armas da antiga Escola Prática de Cavalaria (EPC) até ao campus do Complexo Andaluz, do Instituto Politécnico de Santarém, ao passo que, uma semana mais tarde, também às 10h30, sairá novamente da porta de armas em direção a S. Domingos.

“Esta intervenção, oficina e performance pretende fornecer novas pistas para derrubar as tradicionais formas de fazer teatro e de intervir no espaço público”, explica uma nota de imprensa da Câmara de Santarém, acrescentando que “Guerrilha Urbana” pretende “desenhar um trajeto no território e interferir com o quotidiano da cidade provocando os cidadãos a pensar e intervir no espaço público da cidade onde se realiza”.

Além de professor na licenciatura de Teatro da ESEC/IPC e na licenciatura de Estudos Artísticos da Universidade de Coimbra, Ricardo Correia é ator, encenador e criador de textos para teatro, tendo a sua mais recente obra sido editada pelo Teatro Nacional D. Maria II.

Rita Grade é bailarina, música, coralista e professora de dança no Conservatório de Música de Coimbra.

santaremculturaritagrade

O teatro Sá da Bandeira, em Santarém, vai receber a peça “Noite de Reis”, de John Mowat e Leonor Keil, no próximo dia 22 de fevereiro, às 14 horas, com prioridade para o público escolar, e no dia 23, às 21h30, para o público em geral.

Confusão, caos, troca de identidade, intriga, amor, luxúria, embriaguez, comportamento desenfreado, artimanha, demência, sedução e lascívia são conjurados por Leonor Keil na sua interpretação a solo que dá vida à galeria dos personagens cómicos de uma Noite de Reis de Shakespeare, numa peça que mete dez personagens e um cão.

Como intérprete de dança / teatro, Leonor Keil trabalhou com Joana Providência, Madalena Vitorino, Marta Lapa, João Fiadeiro, Paulo Ribeiro, Francisco Camacho, Amélia Bentes, José Wallenstein, Cláudio Hochman, John Mowat, Rafaela Santos e Giacomo Scalisi.

Na Companhia Paulo Ribeiro, da qual é intérprete regular desde 1995, foi-lhe atribuída uma menção honrosa pela sua interpretação na obra “Rumor de Deuses” nos “V Rencontres Chorégraphiques Internationales” de Seine Saint Denis, 1996, e, em 1999, foi-lhe atribuído o “Prémio Revelação – José Ribeiro da Fonte”, pelo Instituto Português das Artes do Espectáculo.

Os ingressos têm o custo de 7 euros.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves