chamusca-valaurbanidade

Categoria: Cultura

O espetáculo “Casca de Noz”, um concerto intimista do cantor Miguel Araújo, abre a programação do Teatro Virgínia, em Torres Novas, para os meses de abril a junho. Os The Gift e comédia de improviso, com César Mourão, fazem parte dos nomes apresentados ma moite deste sábado, 16 de março.

Miguel Araújo sobe a palco a 6 de abril. Uma semana mais tarde, no dia 13, a Vortice Dance Company traz Home 2.0, um espetáculo que alia a linguagem corporal e a plasticidade cénica contemporâneas a uma forte componente multimédia. O Coral Sinfónico de Portugal apresenta uma noite de música da América do Sul no dia 27 do mesmo mês e, apenas, alguns dias mais tarde, no dia 30 (véspera de feriado), os The Gift apresentam Verão.

O mês de maio começa com Insuflável, uma criação e encenação de João de Brito para crianças dos 6 aos 12 anos. A 11 de maio, a TN21 apresenta «Veneno», uma peça de teatro com direção e interpretação de Albano Jerónimo.

O Choral Phydellius apresenta nesta temporada dois espetáculos distintos: primeiro, a 18 de maio, com o concerto comemorativo do seu 62.º aniversário, com a Banda Sinfónica da PSP, Spatium Vocale e amigos do Choral, formando um experiente coro de 80 elementos. Depois, num segundo momento, a 8 de junho, com a quinta edição do Musíada, protagonizada por instrumentistas de excelência, torrejanos e nacionais.

A comédia de improviso tem nesta agenda especial destaque com duas sessões (25 e 26 de maio) d’O Pior Espectáculo do Mundo, com Carlos M. Cunha, César Mourão e Gustavo Miranda.

A encerrar a temporada, o Atelier Teatral dos Miúdos apresenta o culminar da sua caminhada no último ano do projeto de teatro em formação do Virgínia com a peça «D. Quixote em calças de ganga», para ver em duas sessões: no dia 14 de junho para escolas e no dia 15 de junho para o público geral.

Pelo meio, o serviço educativo do Teatro Virgínia prossegue o seu trabalho com a comunidade com oficinas (Insuflável e Home 2.0), com a presença do Artista na Escola (com Albano Jerónimo) e, na dança, destaque para dois projetos: a BlackBox’19, com a escola O Corpo da Dança de Marta Tomé (residência de 15 a 17 de abril) e a comemoração do Dia Internacional da Dança, a 29 de abril, com performances das escolas de dança Rita Assis e O Corpo da Dança pelo centro histórico da cidade.

Os bilhetes para a temporada estarão à venda a partir deste domingo.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves