PUB

chamusca ascensao

PUB

cms 150anos

PUB

coruchebienalartes

A próximo bienal de artes de Coruche, que decorre de 28 de setembro a 13 de outubro, vai intervir num dos bairros residenciais da vila, o Bairro Novo, que este ano promete transformar-se no “Bairro Novo das Artes”.

“A intenção de levar a bienal para este bairro deve-se ao facto de se querer dar alguma renovação e dinamismo ao local”, explica uma nota de imprensa da Câmara de Coruche, que acrescenta que “aproveitando as edificações devolutas e os espaços públicos descaracterizados, pretende-se incentivar a população a colaborar e a interagir com o movimento artístico que ali vai acontecer”.

Esta edição vai contar novamente com obras a concurso, desta vez em contexto de residências artísticas, e com a participação da comunidade no projeto “Envolvências Locais”, desafiando “os artistas visuais, nacionais e estrangeiros a participar num programa que objetiva a realização de trabalhos criativos e inovadores”.

As residências decorrem em duas fases distintas, maio e julho, e os trabalhos artísticos resultantes serão apresentados durante a Bienal.

“O projeto comum deste ano vai ter como base a toponímia das ruas do Bairro Novo, que faz alusão às antigas colónias portuguesas”, lê-se na nota da autarquia, que acrescenta que “os trabalhos daqui resultantes, e apresentados em exposições de rua, têm como base símbolos / objetos relacionados com a cultura destes países”.

Como já vem sendo prática, a exposição fotográfica continua a estar presente e, este ano, os fotógrafos amadores e profissionais de Coruche foram convidados a registar o bairro, as suas gentes e vivências.

Também os moradores e a comunidade em geral vão participar através da partilha de fotografias antigas.

Do conjunto destas recolhas resultará a exposição “Bairro Novo: o passado e o presente”.



PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Quem está Online?

Temos 507 visitantes e 0 membros em linha